Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/02/2006 13:39

Rondon leva mil estudantes para conhecer a Amazônia

Priscilla Mazenotti/ABr

Aos 21 anos, Suzana Wurtzel viajou de avião pela primeira vez. E,segundo ela, por uma causa nobre. Suzana e mais 700 estudantes chegaram a Manaus ontem (3) para participar do Projeto Rondon. Até o dia 19, os universitários vão desenvolver projetos na área de educação, saúde e preservação do meio ambiente em 42 comunidades carentes.

"É a possibilidade de conhecer outra região do País, de levar um conhecimento, mas também de absorver muito mais", diz Suzana. Ela saiu de Ponta Grossa, no Paraná, para participar do projeto na comunidade de Caracaraí, em Roraima.

Apesar do nervosismo, da ansiedade e do cansaço, o ânimo dos estudantes não foi prejudicado. "Estamos animados para encontrar diversidade cultural e gente diferente. Acredito que vai ser uma realização tanto pessoal quanto profissional", comemora.

O Projeto Rondon foi criado em 1967 e funcionou até 1989. Sob o lema "Desenvolvimento para Todos", foi reativado pelo governo federal, ano passado, à pedido da União Nacional dos Estudantes (UNE). Esta edição está em 42 municípios em oito estados da Amazônia Legal.

Até 2010, a expectativa é que o Rondon esteja em todos os estados da Amazônia. Já no próximo ano, a operação deverá dobrar de tamanho. A Operação Amazônia 2006 conta com a participação de mil estudantes e cem professores, além do pessoal de apoio e orientadores, num total de 1,5 mil participantes.

Para o coordenador-geral do Projeto, general-de-divisão Gilberto Arantes Barbosa, o Rondon é um mutirão de cidadania que não tem componentes políticos, nem ideológicos. "Nós trazemos estudantes do centro-sul do Brasil para que eles tomem um choque de realidade. O objetivo é que o estudante tome esse choque de realidade para que seja um brasileiro completo e não apenas um brasileiro do centro-sul", explicou.

Diagnóstico feito com as comunidades carentes atestou que as maiores dificuldades encontradas são nas áreas de cidadania, bem-estar, desenvolvimento sustentável e gestão pública. "Viemos agora para sanar os problemas que foram levantados no ano passado. Na parte de bem-estar, por exemplo, vamos tratar de prostituição infantil, exploração sexual de adolescentes e uso de drogas", explicou o militar.

O coordenador do projeto, no entanto, não sabe dizer quem é o maior beneficiado pelo Rondon – se os estudantes que chegam ou a comunidade que recebe as ações. "É uma dúvida que eu sempre terei, graças a Deus. Acho que para os dois, em conseqüência, ele é ótimo para o Brasil", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)