Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/06/2004 19:23

Rodrigues espera fim do embargo argentino à carne brasil

Flávia Albuquerque / ABr

A proibição da Argentina à importação de carne brasileira pode acabar até quarta-feira, conforme a expectativa do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues. Segundo ele, o ministro da agricultura argentino, Miguel Campos, garantiu que, após a reunião que ocorrerá amanhã, em Buenos Aires, o embargo chegará ao fim.

“Na sexta de manhã ele (o ministro argentino) disse que, com os esclarecimentos técnicos prestados, o embargo será levantado”, disse Rodrigues hoje, em São Paulo. Rodrigues falou à imprensa pouco antes de proferir palestra no Fórum de Debates Político e Empresarial da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).

Roberto Rodrigues também informou que houve adiamento, de hoje para amanhã, em Moscou, da reunião da delegação brasileira com os representantes do governo russo sobre o embargo da Rússia à carne brasileira. Sobre a possibilidade de embargo da Indonésia à carne do Brasil, o ministro disse não ter sido informado oficialmente. “Não recebemos nenhum comunicado oficial da Indonésia até agora”, ressaltou.

Em relação às críticas sobre a demora do governo brasileiro em responder a esses países, o ministro explicou que, em caso de ocorrência de febre aftosa nos gados de exportação, o país afetado tem 24 horas para informar à Organização Internacional de Epizootias (OIE) e esta é quem deve informar os demais países associados: “O Brasil cumpriu sua obrigação no prazo determinado e informou à OIE, que informou aos outros países. Não houve nenhuma lentidão ou atraso nas informações por parte do Brasil. Talvez o processamento das informações da OIE tenha realmente atrasado, mas do nosso lado foi absolutamente tempestivo”.

Rodrigues admitiu que o embargo pode atrapalhar os planos para exportação de carne para os EUA, mas isso não deveria ocorrer porque o foco surgiu em uma região do Pará que não é livre para exportar. “O fato de a Argentina e a Rússia suspenderem a importação mostra que o surto pode ser usado negativamente contra as exportações brasileiras. Essa questão já está sendo negociada com os Estados Unidos e havia compromisso deles em resolver esse assunto no primeiro semestre, mas ainda não foi resolvido”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)