Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/07/2013 21:00

Robinho detona presidente do Santos e diz que não conversa mais com a diretoria

UOL

O atacante Robinho não gostou das críticas do presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, de ter pedido muito para retornar ao time da Vila Belmiro. Por meio de nota oficial, o jogador do Milan detonou Laor ao dizer que ele perdeu a chance de ficar calado e explicou que não conversa mais com a atual diretoria.

“Ao torcedor santista, pedimos desculpas em nome do jogador Robinho, mas informamos também em seu nome que, infelizmente, com a atual diretoria é totalmente impossível qualquer nova abertura de negociação e de ocorrer seu volta ao Santos FC .Mesmo assim, Robinho continuará tendo o mesmo carinho e respeito pelo Santos FC e aos santistas”.

Robinho não gostou da declaração dada pelo presidente do Santos à Rádio Bandeirantes nesta quarta-feira. “A decisão é definitiva, salvo alguma mudança do outro lado. O Milan chegou a um número bastante razoável, menos de 6 milhões (de euros). Mas cada um sabe o que quer ganhar, a gente tem que respeitar isso. E o que o Robinho quer ganhar, somado ao que a gente teria que pagar ao Milan, dá um numero impraticável para qualquer clube no futebol brasileiro”

"Sem o menor empenho e planejamento por parte da diretoria do Santos, o presidente do Santos vem a público e simplesmente diz que a culpa foi do Robinho? Do valor inaceitável que o jogador pediu?", questionou o jogador, que acrescentou.

“O jogador Robinho tem um contrato por mais um ano o com AC Milan e já teve várias propostas para ganhar até mais do que ganha atualmente, em outros clubes: ainda, antes de solicitar uma negociação com o Santos FC, o jogador tinha a possibilidade de renovação com o próprio AC Milan”.

Robinho disse pela nota oficial que a diferença que o Santos propôs para que ele ganha atualmente é muito grande. O atacante acrescentou que aceitou reduzir em 35% seus ganhos anuais para voltar para o time da Vila Belmiro - mas ele não disse o quanto recebe de salários.

“Entre benefícios e salários, o jogador Robinho ganha infinitamente mais do que a diretoria do Santos FC propôs: aliás, propôs não.. porque uma proposta concreta nunca houve também: só existia a pergunta da diretoria do Santos de quanto o jogador ganha, e quanto o mesmo poderia diminuir de salário para jogar no Santos; e a promessa de que iriam fazer “contas” e ver uma operação para tentar possibilitar a negociação”, explicou a nota oficial. “Em números, o jogador Robinho abriu mão por volta de 35% do seu ganho atual, por ano, para ir jogar no Santos FC”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)