Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2005 07:11

Riqueza ilícita de servidor ou político pode dar cadeia

Agência Câmara

A Câmara está analisando o Projeto de Lei 5363/05, do deputado Eduardo Valverde (PT-RO), que altera o Código Penal para punir, com pena de reclusão de 2 a 12 anos e multa, o enriquecimento ilícito de funcionários públicos ou ocupantes de cargos eletivos. A atual legislação prevê quatro tipos de punição nesse caso:
- perda dos bens ou valores obtidos ilegalmente;
- ressarcimento integral do dano causado;
- perda da função pública; e
- proibição de contratar com o Poder Público, receber benefícios, incentivos fiscais e creditícios.
O projeto, que adapta a legislação brasileira à Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, acrescenta os ocupantes de mandatos eletivos na definição de funcionário público. Atualmente, o Código Penal define como funcionário público aquele que, embora transitoriamente ou até mesmo sem remuneração, exerce cargo, emprego ou função pública, mas não inclui os políticos eleitos.
De acordo com o deputado, o aperfeiçoamento das normas penais vai dar instrumentos ao País para combater a corrupção. O parlamentar lembra que o Código Penal não contém dispositivos que permitam a punição exemplar dos culpados.

Tramitação
O projeto, que é sujeito à votação do Plenário, será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Newton Araújo Jr.
Edição - Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)