Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/10/2004 16:07

Reunião entre banqueiros e bancários termina sem acordo

Flávia Albuquerque /ABr

São Paulo – Após uma hora e meia de negociações, foi suspensa sem novos acordos a reunião entre a Executiva Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), iniciada na manhã de hoje em São Paulo. As entidades pretendiam negociar com as direções do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal cláusulas não julgadas pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) na última semana.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Bancários da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, a reunião foi suspensa por causa da intransigência dos bancos. Segundo ele, os bancos não querem alterar a proposta já feita aos funcionários. “Nós estamos dizendo que a proposta feita pelos bancos foi rejeitada pela categoria. Nós viemos aqui estabelecer um processo de negociação na expectativa de que eles fossem colocar uma proposta superior àquela que já tinha sido rejeitada”.

Freitas disse ainda que os banqueiros insistem em não mudar a proposta porque os custos devem permanecer exatamente no parâmetro estabelecido. “Nós não concordamos com isso de maneira nenhuma. Aí houve um stress na negociação e eles disseram que não há mais clima pra negociar hoje e se retiraram da mesa”. Para o sindicalista, é preciso chegar rapidamente a uma conclusão. Houve a proposta de que as duas partes voltassem a se reunir nesta terça-feira (26), mas o encontro ainda não foi confirmado.

Segundo o coordenador das negociações da Fenaban, Magnus Apostólico, a reunião foi suspensa porque os ânimos ficaram muito alterados. “O que fez o clima ficar pesado foi o discurso indevido da mesa da CNB-CUT, acusando os bancos de intransigência, de não-negociação, quando isso não é verdade”.

Apostólico destacou que a Fenaban já havia adiantado que não levaria nenhuma nova proposta para a reunião. “A nossa proposta está colocada. Eles pediram a reunião e nós estávamos dispostos a ouvi-los e, se houvesse uma alternativa viável, nós levaríamos aos bancos para saber se eles aprovariam ou não. Mas, infelizmente, o ambiente acabou se deteriorando e não houve condições de se discutir nem a proposta deles”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)