Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

30/09/2013 17:01

Reunião discute questões da infância e juventude

TJMS

Preocupado com questões de relevância para a área da infância e juventude de Paranaíba, o juiz Cássio Roberto dos Santos reuniu-se com o vice-prefeito Fredson Freitas, o presidente da Câmara de Vereadores Paulo Borges Bevilaqua da Silva, a secretária de Assistência Social do Município Leopoldina Correia Garcia Reis Gasperini, além das respectivas assessorias. Na pauta da reunião estavam a implementação do projeto Família Acolhedora em Paranaíba e a regulamentação do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA).

Ao solicitar o encontro, o juiz explicou que no início de 2013 iniciaram-se as tratativas com as Prefeitura e Câmara Municipal a fim de se dar andamento às duas propostas.

“Procuramos a Prefeitura e Câmara na tentativa de sensibilizá-los sobre os temas, pois sempre somos ouvidos e atendidos em nossos pleitos. Para demonstrar a relevância das questões, após a regulamentação do FIA, a Vara da Infância de Paranaíba já prepara uma campanha denominada "Leão Amigo da Criança". A ideia é mobilizar a população, principalmente as empresas, para que efetuem repasses e doações, com abatimento no imposto de renda. Os recursos serão aplicados no desenvolvimento de projetos ligados à Infância e Juventude. Nossa intenção é que seja dada atenção a questões sociais que demandam urgência, pois nossos jovens estão se perdendo em virtude da falta de valores, exemplos e limites”, explicou Cássio.

Entenda – O projeto Família Acolhedora já é realidade em diferentes municípios de MS e tem se mostrado instrumento de grande utilidade para amenizar traumas de menores acolhidos, seja para que retornem ao núcleo familiar ou sejam encaminhados para família substituta.

No início de 2013, o juiz Cássio encaminhou ao legislativo de Paranaíba leis dos municípios de Ribas do Rio Pardo e de Camapuã, a fim de fornecer parâmetros para eventual elaboração de norma e criação do Família Acolhedora em Paranaíba.

Sobre o Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), previsto nas Leis Municipais nº 1.166/2002 e nº 1.360/2006, ele explicou que falta apenas a regulamentação para que seja implementado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)