Cassilândia, Domingo, 15 de Setembro de 2019

Últimas Notícias

20/05/2008 12:47

Retenção de fêmeas faz abate de bovinos cair 11%

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Com oferta comedida de bovinos, os frigoríficos de Mato Grosso do Sul tiveram redução de 11% nos abates neste ano, conforme dados da SFA (Superintendência Federal de Agricultura). Para a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), essa redução reflete a retenção das matrizes para produção de mais bezerros, a vedete da pecuária. O resultado para a população é o aumento no preço da carne.

No mês passado, por exemplo, alguns cortes encareceram 11%, segundo o IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Hoje o bezerro comercial atinge patamar de R$ 628,00, segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da USP chegando a R$ 800,00 em leilões, ao passo em que há um ano a cotação era de R$ 420,00.

Os dados da SFA apontam que de janeiro a abril deste ano foram abatidos 1.158.109
bovinos nos frigoríficos com SIF (Serviço de Inspeção Federal) contra 1.300.947 no período de janeiro a abril de 2007. Isso significa menos carne produzida e explica o aumento de preços ao consumidor. Como as exportações decolaram a oferta interna ficou ainda menor.

Estabilidade – Laucídio Coelho acredita que o preço do bezerro já tenha se estabilizado. Ele alerta que se os pecuaristas continuarem segurando a oferta de fêmeas a produção de bezerros pode aumentar muito e o processo se reverter. O processo que ocorre hoje é justamente o inverso do que acarretou na valorização do bezerro.

Hoje a arroba do boi gordo atinge negócios na casa dos R$ 80,00, cerca de 34% a mais que há um ano. Ainda assim, segundo Laucídio, em ganhos reais não se trata de um recorde, já que o sal mineral, que é o principal insumo, dobrou de preço no período.

“Nossas terras são de cerrado e fazer economia em sal mineral é complicado”, diz, explicando que o pecuarista não reduziu o uso do insumo. Segundo ele, os frigoríficos continuam operando com escalas curtas, no intervalo de dois dias entre uma compra de bovinos e outra.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 15 de Setembro de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Sábado, 14 de Setembro de 2019
20:45
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)