Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/05/2012 08:39

Resumo da semana de Vidas Opostas

No capítulo 034, segunda-feira, 14 de maio – Jackson, Torres e Mofado ficam animados com a descoberta que chegaram ao bueiro da prisão. Frederico (Boris) conta para Rosária que tem um grande amor e, por isso, não tem olhos para outras mulheres. Frederico pede para Rosária contar para ele o que aconteceu no Torto no dia das mortes. Patrícia diz para Carla fazer as malas porque não quer ficar na casa de Lisinha. Carmo diz para Leonardo que o segredo deles foi descoberto, mas pelo menos ele poderá sair pela porta da frente. Rosária conta para Frederico (Boris) que houve uma rebelião popular no Torto no dia das mortes. Mário faz amor com Lúcia quando o telefone toca. Ela fica irritada, mas Mário atende. É Ísis na linha. Lúcia se irrita e Mário dá um tapa nela. Jacson sonha que Jéferson quer que ele fique com Joana. Lisinha diz para Patrícia que ela não pode ir embora de sua casa. Leonardo liga para falar com Carla e diz que quer falar com Patrícia pessoalmente. Rosária confessa para Frederico que ficou balançada por ter um homem dormindo em sua casa. Lisinha e Carla dizem para Leonardo que ele terá de ir embora, pois Patrícia irá ficar. Leonardo diz que vai embora. Torres e Mofado despejam a terra cavada durante a noite. Abreu conta para Mário que um dos seus assistentes ofereceu suborno para Nogueira em nome de Miguel Campobelo. Ele diz ainda que Nogueira ouviu a oferta, mas não falou nada para não se comprometer. Nogueira conta para Hélio que conseguiu gravar parte do telefonema com uma pessoa que queria “negociar o fechamento do caso de Miguel”. Latife vai ao bairro do Torto e diz para Marcelo que a polícia está acusando o Miguel Campobelo de ser traficante e ter matado o policial, mas que uma moradora disse para ela que não foi nada disso que aconteceu. Latife se coloca à disposição para ouvir a versão da comunidade. Carmem, Joana, Lucília e Miguel chegam para o almoço na mansão de Ísis. Erínia conta para Carla, Mariana e Alfredo que seu próximo desfile será só com vestidos de noiva. Frederico (Boris) tasca um beijo em Rosária na frente de Cicio para que ele pense que é namorado dela. Marcelo faz reunião com Mercedes e Roberto para falar da sugestão de Latife. Mercedes acha que eles devem falar que foi todo mundo junto que deu uma paulada no Alencar. Marcelo tem medo da polícia se vingar. Carmem, Lucília e Joana conversam com Ísis. Mariana fica sozinha com Alfredo e pede para ele provar que realmente já esqueceu Carla. Ele pensa e tasca um beijo nela. Marcos chega com um processo para Leonardo. Ele abre e vê que é o pedido de prisão de Miguel Campobelo.

No capítulo 035, terça-feira, 15 de maio – Na loja, Nogueira mostra a Erínia o mandado de prisão temporária de Miguel, que será executado no dia seguinte. Diz ainda que Joana não perde por esperar e que Miguel será indiciado por homicídio qualificado, ficando, no mínimo, 30 dias na cadeia. Excitada com a notícia, Erínia transa com Nogueira. Feliz por ter sem dado tão bem com Íris, Lucília ergue um brinde de cafezinho com Miguel, Joana e Carmen à mãe de Miguel e à amizade entre as suas famílias. Na casa de Carmo, Carla diz ao pai que está muito preocupada com a mãe, que estava cheia de esperanças em reatar com ele. Leonardo promete ir a casa dela. Carmo fica sem graça e se acha culpada pelo que Patrícia e Carla estão passando. Na rua, Marcos mostra que sabe dirigir e até convida Carla para um passeio um dia desses. Mas ela recusa por estar saindo com outro, e ele disfarça a decepção. Sonhadora, Mariana conta do beijo que ganhou de Alfredo dizendo que o ama e que tem certeza que ele não liga mais para Carla. Isabel a adverte para não ir para a cama com Alfredo, Mariana ri, diz não ter nada de mais, mas tranqüiliza a mãe. Leonardo vai à casa de Lisinha. Carla pergunta qual é a do estagiário Marcos e Leonardo só o elogia. Leonardo pede perdão a Patrícia por ter sido muito insensível Ela pede perdão por ter perdido as estribeiras. Leonardo faz a mala e sai de casa. Patrícia cai no choro. No hotel, Boris diz a Íris que precisa de provas contra as acusações de Nogueira, mas já sabe como obtê-las. Ela pede que ele tenha muito cuidado no Torto. Nogueira manda Neusa lavar e passar seu vestido de noiva. Erínia diz a Sergio que hoje é seu grande dia, quando se vingará de Miguel. Nogueira diz ao filho que hoje vi prender um bandidão. Nogueira chega eufórico à delegacia e avisa Carmo que ela ao acompanhará numa diligência. Ela desconfia se tratar da prisão de Miguel e avisa Leonardo, que sai para tentar convencer o juiz a cancelar a ordem de prisão. Nogueira manda Helio chamar a imprensa para mostrar que a polícia não prende só pobre. Íris e Miguel tomam café da manhã quando a polícia chega para levar Miguel. Íris avisa que seu filho só sairá de casa para ser preso se passarem por sobre o seu cadáver. Nogueira pede ajuda a Carmo para acalmar Ísis e convencê-la a não resistir à prisão do filho. Nogueira mostra o mandado de prisão a Miguel, que manda Sueli chamar o advogado Abreu. Mário recebe a notícia através de Abreu e comemora com Felix, brindando com uísque, à prisão de Miguel. Mesmo achando um absurdo, Miguel concorda em cumprir o mandado. Helio tenta algemá-lo, mas ele avisa que está indo sem resistência. Na saída, a imprensa acompanha Miguel, que é empurrado com violência por Helio na traseira do camburão. Sueli avisa Joana que Miguel foi preso. Joana quer ir á delegacia fazer um escarcéu, Carmen acha melhor ela se esconder, para não se entregar de bandeja ao delegado e aconselha a conversar com o Marcelo para resolver o que fazer. Joana chora convulsivamente amparada por Lucilia. Carmen conclui que não basta deixar bandido solto, não basta receber mesada de traficante, agora a polícia tem também que prender os honestos. Em conversa amena na birosca de Eleutério, Frederico (Boris) pergunta a Marcelo e Mercedes como o povo do Torto expulsou os bandidos. Na delegacia, Nogueira provoca Miguel, dizendo que ali, não tinha mamãe para chorar por ele. Miguel e Nogueira se encaram.

No capítulo 036, quarta-feira, 16 de maio – Miguel exige seus direitos e Nogueira o destrata. Carmo lembra que o delegado está contrariando o código de conduta que se deve ter com o preso ao tratar o preso. Nogueira, irritado, lembra que há uma hierarquia ali e exige que ela não se meta. Joana, mais controlada, vai à casa de Rosária com Wilson. Frederico (Boris) se intera sobre como aconteceu a rebelião e pergunta sobre o destino de Sovaco. Ninguém sabe onde o bandido está, mas Mercedes lembra que ele tem um tio bem velhinho que mora no bairro. Nogueira comenta com Helio que consegui fabricar um culpado, ou melhor, dois (pois ainda pegará Joana) e assim ninguém mais pergunta o que Alencar fazia no buraco dos traficantes. E diz ainda que teve uma idéia genial para neutralizar o promotor Leonardo. Leonardo chega desanimado, lamentando com Marcos que o juiz está irredutível, por estar convencido da culpa de Miguel e confiar plenamente no delegado Nogueira. Miguel imprime imprimindo suas digitais, perguntando a Silvio se há mesmo necessidade disso tudo. Carmo leva o Dr. Abreu até Miguel que avisa ser melhor ele se submeter aos procedimentos, que entrará imediatamente com o pedido de habeas-corpus, mas que Miguel ainda terá que explica que ele será mais uma vez interrogado e que deverá manter a mesma postura: o silêncio se reservando a falar apenas em juízo. Miguel se sente desamparado. Joana se acha culpada pela prisão de Miguel. Rosária diz que o melhor a fazer é ela conversar com Ísis. Mário vai à casa de Ísis, que está no quarto conversando ao telefone com Boris. Ele bate no quarto, ela desliga o telefone dizendo que falava com um amigo que ele não conhece. Mário, solícito, mas com a pulga atrás da orelha. Exultante, Erínia fala da prisão de Miguel para Sérgio, lembrando que ele não deverá medir esforços para apoiar o delegado. Cilene chega e Erínia diz que deveria ir à casa de Isis num momento tão difícil. Cilene desconfia que Sergio e Erínia estão por trás do que aconteceu e é chamada de louca por ambos. No Auto de Qualificação Direto, Nogueira diz a Miguel que ele está sendo acusado de tráfico de drogas, assassinato de um policial, ameaças à testemunhas e tentativa de suborno de agente da lei. Miguel, indignado, se proclama inocente, mas que só falará em juízo. Mário pede que Isis confie em Abreu, revelando que o delegado tem provas contundentes contra Miguel. E diz a Isis que, para proteger a empresa, emitiu uma nota à imprensa declarando que o Miguel não é membro da diretoria. Isis fica revoltada e atordoada, diz não saber mais em quem confiar. Na tevê, Pedro revela ser amigo de Miguel e se irrita com Cristina que quer explorar bem o caso da prisão. Cristina conta a Latife que Pedro é amigo de Miguel e por isso o defende tanto. Latife diz que também acredita na inocência de Miguel e diz que Nogueira está fazendo cortina de fumaça para não explicar o seu auxiliar fazia entre bandidos. Cristina replica que o delegado e tem toda sua admiração por causa disso. Pé de pato avisa a Jacson que Miguel foi preso, mas que Joana está no Torto. Jacson gosta da notícia e fica toro ouriçado ao saber que Joana está solta, avisando que quer falar com ela quando fugir da cadeia. Pé de Pato fica bolado com o interesse de Jacson pela mulher que ele acha que dá azar. Pavio lembra a Sovaco que os canas estão pressionando para que eles dêem cabo do promotor. Sem alternativa, Sovaco prepara um plano imediato para assassinar Leonardo. Miguel é submetido ao exame de corpo delito, sob os deboches de Helio. Latife vai ao torto para novas investigações. Erínia, Cilene e Sergio visitam Isis. Erínia dá um show de falsidade apoiando Isis, que agradece emocionada. Numa casa do Torto, Latife e Chico gravam o depoimento de Mercedes e Roberto, que contam a verdade sobre a morte de Alencar e rebelião do Torto, inocentando Miguel e Joana. A repórter promete disfarçar as vozes e imagens para que não sejam reconhecidos. (Seguem imagens em flash back que ilustram a rebelião do Torto). Rosária pede a Frederico que a ajude a decidir se dará ou não o depoimento ao promotor contando a verdade do que aconteceu no morro. Joana chega à casa de Isis quando Erínia, Cilene e Sergio estão de saída. Ela a apresenta e Erínia a fuzila com o olhar. Miguel segue para a cela especial enquanto é o preso Inhame debocha do “mauricinho” que foi em cana. Miguel, mortificado, é trancado pelo carcereiro.

No capítulo 037, quinta-feira, 17 de maio – Cinico, Mario pergunta se Joana e Erínia ainda não se conhecem. Erínia dá novo show de falsidade e é simpática e solícita com Joana. Inhame pergunta por que ele tem uma cela especial e Miguel explica que é porque tem curso universitário, Debaixo de muito deboche o bandido faz várias perguntas a Miguel, até que este lhe conta que está sendo acusado de matar um policial, mas que é inocente. Inhame diz que, agora, Miguel subiu em seu conceito. Miguel lembra de como conheceu Joana e de seu primeiro beijo (imagens em flash back). Isis diz a Joana que a prisão de Miguel a faz relembrar com sofrimento dos anos de chumbo. Rosária insiste com Boris se deve falar com o promotor e pede que ele prometa que, no caso de lhe acontecer o pior, que cuidará de sua filha. Boris promete. Abreu vai até a casa de Isis pra avisar que está providenciando o habeas-corpus, mas que a situação de Miguel é complicada por conta das provas reunidas pelo delegado, inclusive de uma testemunha do Torto. Joana se descontrola dizendo que tudo é mentira. Em casa, Erínia faz comentários preconceituosos sobre Joana, que é defendida por Cilene, deixando a filha transtornada de ódio. Cilene a enfrenta dizendo que ela sofre com despeito e que jamais Miguel irá amá-la. Completamente descontrolada, atira um vaso longe e promete quebrar a casa toda. Acompanhada do advogado, Isis resolve visitar Miguel na marra no dia seguinte e combina com Joana o que levar para o filho na cadeia. Sergio pede a Erínia que pegue leve com Cilene, mas ela o humilha lembrando que, se não fosse por ela, estariam todos passando fome. E mais: se Cilene continuar a encher-lhe o saco, a bota para fora de casa. Nogueira chega em casa e pergunta se neusa lavou o vestido de noiva, ela disse que não teve tempo, apresenta o vestido todo amarfanhado, deixando Nogueira furioso. Ele a esbofeteia e ordena que sua ordem seja cumprida amanhã, ou vai sofrer as conseqüências. Na tevê, Pedro defende a exibição da reportagem de latife enquanto Cristina dá o contra por se tratar de denúncia anônima. Pedro tranqüiliza Latife confirmando que a matéria irá ao ar no dia seguinte. Mariana e Alfredo contam para Carla que estão ficando. Carla diz a Felix que não vai à casa dele, mas topa ir a um hotel onde esteve uma vez com sua mãe. Alfredo, dando uma de muito experiente, chama Mariana para fazerem amor. Ela lembra do que disse sua mãe e reclama da pressa dele. Felix diz a Carla que na próxima saída irão ao hotel. Inhame pergunta onde foi que o Miguel matou o tal policial. Miguel nega ter matado, mas conta que foi no Torto que o policial morreu. Inhame revela ser irmão de Navalha, um dos bandidos mortos na rebelião do morro e, ligando um fato a outro, descobre quem é Miguel. Com muito ódio, grita ameaçando a vida de Miguel. De manhã, Nogueira fica furioso ao assistir a matéria de Latife na tevê e sai prometendo acabar com a raça dos entrevistados, mesmo sem saber de quem se trata. Joana se prepara para visitar Miguel e conta para a mãe que conheceu a ex-noiva dele, uma moça simpática e amável que parece ser ótima pessoa. Carmem a previne que mulher rejeitada é arapuca armada. Boris liga para Isis e fala da entrevista deixando-a animada. Ele conta ainda que, conhece uma pessoa que, em breve, dará um depoimento em favor de Miguel ao promotor. Na prisão, Miguel continua a ser hostilizado por Inhame. Nogueira diz a Helio que precisam descobrir quem deu a entrevista contra eles na tevê. Carmo chega ao escritório de Leonardo anunciando que a testemunha do Torto resolveu dar seu depoimento ao promotor. Eles resolvem marcar o encontro com a testemunha na casa de Carmo. Na delegacia, Nogueira abre exceção e permite que apenas Isis visite o filho por apenas 15 minutos. Cicio leva o jornal com a prisão de Miguel para Zaqueu e Pé de Pato, que lembra ser o mesmo distrito onde está preso o Inhame, irmão gêmeo do Navalha. Ele prevê que a fera vai cozinhar as tripas do “mauricinho”. Ao sair da cela para encontrar a mãe, Miguel é puxado por Inhame, que reclama do privilégio de visita para o “mauricinho”. Miguel se desvencilha e diz que Inhame está sendo injusto. Carmo manda Rosária entrar em seu carro. Por acaso, próximo dali está Nogueira, que vê a cena e fica desconfiado. Isis abraça Miguel comovida.

No capítulo 038, sexta-feira, 18 de maio – Miguel fica arrasado ao saber que Joana está ali, a poucos metros dele, mas que não poderá vê-la. Miguel põe em dúvida a competência do Dr. Abreu. Isis passa as recomendações de um amigo que sofreu perseguições na época da ditadura e Miguel fica curioso em conhecê-lo. Rosária está apavorada, com medo de ser vista em companhia de Carmo, que a tranqüiliza. Enquanto Isis visita o filho, Dr. Abreu recebe um telefonema avisando que o juiz rejeitou o pedido de reconsideração. Ele comunica a Joana que fica irritadíssima ao saber que Miguel continuará preso até a obtenção do habeas-corpus. Nogueira encontra-se com Sérgio e lhe dá um pacote de dinheiro, seu primeiro mensalão para a campanha. E pede que ele pressione a TV Atlantis a informar quem deu a entrevista no Torto. Sergio adianta que isto é quase impossível, mas Nogueira replica que no Brasil nada é impossível. Acaba o tempo da visita e Isis fica sabendo que o juiz não reconsiderou a ordem de prisão. Isis quer saber quando, enfim, Dr. Abreu lhe dará uma boa notícia. Com muito medo, Rosária chega à casa de Carmo onde Leonardo a aguarda e explica como o seu depoimento será importante para que seja feita justiça. Erínia mostra a luxuosa caixa de chocolates que comprou para Miguel e pede a Marcinha que a entregue na delegacia. O carcereiro chega com a cesta deixada por Isis para Miguel, enumerando seu conteúdo para deixar os presos com água na boca. Miguel atura a gozação com simpatia e manda uma parte das comidas que ganhou para os presos. Só Inhame não aproveita, avisando que Miguel não o compra e que ainda vai comer seu fígado acebolado. Pé de pato avisa a Jacson que Miguel está preso no mesmo distrito de Inhame. Mesmo querendo matá-lo pessoalmente, Jacson autoriza que Inhame faça o serviço. Pé de Pato fala da idéia de Zaqueu de arranjar uma betoneira para derrubar o muro de pedra do presídio e dar fuga a Jacson, que gosta do plano. Rosária dá o depoimento inocentando Miguel. Leonardo acha que Nogueira quer desviar a atenção para não ter que explicar o que um homem da sua confiança fazia no morro. Carmo lembra que desconfiou de Alencar desde que se encontrou pela primeira vez com Rosária, que testemunhou a morte de Rubens pelo policial, mas não teve coragem de denunciá-lo. Rosária conta que não sabe quem matou Alencar, mas que ele estava lá para negociar com o traficante Pé de Pato. Nogueira diz a Helio que reconheceu Rosária no carro de Carmo, acreditando que ela dará um depoimento contra eles. E manda Helio eliminar Rosária, mas o serviço deve ser muito bem feito. Nogueira pergunta por Sovaco e o comparsa que ainda não cumpriram o trato de matar o promotor. E ameaça: ou eles agem ou vão amanhecer com a boca cheia de formiga. Na academia de ginástica, Pedro encontra Neusa que conta sobre a ordem do marido de lavar e passar seu vestido de noiva. Helio passa uma descompostura em Pavio pelo atraso da “encomenda”. Pavio se reúne com Sovaco para finalizarem o plano de assassinar Leonardo. Mas, invocado, Sovaco promete um dia acabar com a raça de Helio. Na cadeia, Inhame continua infernizando a vida de Miguel, que foge lembrando dos bons momentos com Joana (flash back). Márcia entrega a caixa de bombons para Nogueira. Nogueira pergunta a Carmo onde ela esteve que não apareceu o dia todo na delegacia Carmo explica que precisou resolver assuntos particulares e Nogueira ironiza. Margarida e Lisinha, arrumadérrimas, confessam a Patrícia que vão ao bingo. Patrícia se anima e resolve ir junto. Num canto escuro da rua, num carro, Sovaco e Pavio de tocaia, esperam por Leonardo. Leonardo pede carona a Marcos, pois seu carro está na oficina. Nogueira entrega a caixa de bombons para Miguel, dizendo que Erínia deve ser mesmo muito apaixonada por ele. Leonardo salta do carro de Marcos. Sovaco e Pavio se preparam para atacá-lo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)