Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/10/2012 07:48

Resumo da semana da novela Rei Davi

No capítulo 001, segunda-feira, 22 de outubro – depois de um longo período de escravidão no Egito, os israelitas retornam à Palestina e encontram Canaã nas mãos de outros povos. Israel se divide em doze tribos e passa a lutar por suas terras não só contra nações inimigas, mas também entre si. Cansado de tantos conflitos, o povo hebreu pede ao profeta Samuel um rei para liderá-los. Deus escolhe Saul e promete abençoá-lo enquanto ele seguir os Seus caminhos. O tempo passa, as tribos continuam desunidas e não demora muito para Saul se perder do caminho de Deus. Saul está se divertindo com Rispa, sua serva preferida. Samuel entra na tenda para questionar Saul porque ele não exterminou o povo Amaleque e ainda ficou com seus animais. Saul tenta se explicar mas Samuel diz que da mesma forma que ele rejeitou a palavra de Deus, Ele o rejeitou como rei. Samuel se vira para ir embora, mas Saul se desespera e se ajoelha, segurando o profeta pelo manto. Samuel pede que tragam Agague, rei dos Amalequitas. Davi escapa do ataque de um urso e se protege de uma tempestade em uma caverna. Eliã reclama dos altos impostos e Saul o expulsa do exército. Eliã manda Bate-Seba, sua filha, arrumar tudo para ir embora. Abner procura Eliã e pede para ele esfriar a cabeça. Jessé, pai de Davi, o recrimina quando ele toca sua harpa. Eliabe chega da guerra com seus irmãos e Joabe. Jessé manda Davi regar rápido a plantação para ajudar seus irmãos quando acabar. Todos ignoram Davi, somente Joabe decide ajudar. Eliabe conta vantagem de sua performance na guerra e diz que Saul gosta dele. Davi escuta que o rei não levou a arca da aliança para a guerra e tenta entrar na conversa. Jessé fala para ele parar de incomodar e ir levar as ovelhas para o pasto. Davi é rejeitado pelo pai por ser mais novo e não ter porte de guerreiro. Edna corre pra entregar a harpa para Davi. Ao contrário de Jessé, Edna tem Davi como seu filho predileto. Ainoã chicoteia Rispa para que ela confesse o roubo de uma pulseira. Mical, satisfeita, observa a situação da serva. Merabe avisa que Jonatas chegou com sua esposa Selima, que é estrangeira, para o ódio de Ainoã. Ela pede que Rispa limpe seu próprio sangue. Bate-Seba e Eliã são atacados por saqueadores e Davi os salva. Ainoã, inconformada com a esposa que Jonatas escolheu, reclama com Saul. O rei diz que não se opõe à escolha feita pelo filho. Deus mostra a Samuel como Saul desobedeceu Suas ordens ao deixar o rei Agague vivo. Allat foi expulsa do acampamento por praticar idolatria, mas retorna para encontrar seu amado Doegue. Ele pede que ela vá embora e sai. Mical chega por trás dela e exige um amuleto que pedira posteriormente como pagamento, ela trará a pulseira que Aionã pensou ter sido roubada por Rispa. Edna tenta convencer Jessé da força de Davi. Ela o lembra do urso e o leão que o filho contou ter matado. Jessé diz que não acredita nessas histórias. Davi acaba de voltar do pasto e escuta chateado a conversa dos pais. A história retorna ao ponto em que Samuel chama o rei dos amalequitas. Samuel pega a espada da cintura de Saul cheio de fúria e decapita Agague, vira-se para Saul, e só para ele ouvir, diz que seu reino perecerá. Samuel diz que o Deus já escolheu o novo chefe de seu povo. Samuel conta a Aimeleque, sumo sacerdote da escola de profetas, que Deus lhe pediu para ir à casa de Jessé. Davi não está em casa quando o profeta chega. Ele diz que nenhum dos filhos de Jessé presentes é o escolhido. Samuel pede que chamem Davi no pasto. Edna vai buscá-lo. Assim que o profeta o vê, diz que Deus o escolheu para ser o novo rei de Israel.

No capítulo 002, terça-feira, 23 de outubro - Saul fica transtornado com a profecia de Samuel e expulsa todos de sua tenda. Eliabe olha com inveja para Davi, que cai de joelhos emocionado. Samuel derrama o azeite sobre a cabeça de Davi. O soldado Adriel troca carícias com a filha de Saul, Merabe, que tenta se controlar. No passado, ela se entregou a Adriel e agora sente medo das represárias do pai. Mical chega e os vê. Ela diz guardar segredo mas Merabe não acredita muito, fica insegura. Samuel aconselha que todos guardem segredo pelo bem de todos. Eliabe volta ao acampamento e ainda debocha da bondade de Davi ao se despedir. Allat entrega a estátua da deusa Ishtar para Mical, prometendo fazer com que Adriel se apaixone por ela. Quando Allat vai sair é surpreendida por Ainoã. Abner promove Joabe. Os dois veem Saul falando sozinho, perturbado e extremamente irritado. Saul monta num cavalo e sai, galopando. Abner se apavora, monta em outro cavalo e vai atrás do rei. Ainoã pede que Allat faça um feitiço para curar o rei e que lhe dê um amuleto pagão. Ela vê sua pulseira com Allat e a arranca. Mical fica estática de medo. Eliabe e Jessé questionam a escolha de Davi como rei e Edna escuta. Ela dá uma lição de moral em Eliabe que sai na bronca. Ainoã apresenta para Selima sua nova serva, a jovem Tirsa. Ela aproveita para deixar a estátua que Allat lhe deu na tenda da nora. Doegue vê Allat praticando o feitiço que livraria o rei dos maus espíritos e tenta impedi-la. A feiticeira cai na fogueira e a resina de mirra que passou no corpo pega fogo rapidamente, queimando sua pele. Doegue tenta ajudá-la. Saul chega a cavalo e Abner vem logo atrás. Eliã pede que Aimeleque celebre o casamento de Bate-Seba e Urias, um estrangeiro que segundo ele, já provou ser fiel ao Deus de Israel. O sumo sacerdote concorda. Eliã pergunta se os boatos sobre Deus rejeitar Saul são verdadeiros e Aimeleque pede que ele não remexa nesse assunto. Saul condena Allat a morte por apedrejamento. Allat tenta se proteger o quanto pode. Ela começa a cair, sangrar, chora e grita, assustada. E as pessoas continuam atirando pedras. Allat parece estar morta. As pessoas se afastam. Doegue pega Allat no colo e a tira dali. Ele sai com a feiticeira no colo, calado, sofrendo, mas tentando parecer indiferente. Em Gate, território filisteu, Aquis, rei dos filisteus, testa a espada especialmente encomendada para o já invencível Golias. Abner espanca um filisteu capturado próximo ao acampamento e conclui que eles estão se preparando para atacar. Jonatas e Selima se beijam e fazem amor. De repente, Jonatas encontra o amuleto deixado por Ainoã e sente-se traído pela esposa. Antes que possam continuar ouvem os gritos de Saul tentando expulsar um espírito do mal. Jonatas sai correndo. Selima permanece na tenda, decepcionada por Jonatas por não ter acreditado em sua palavra. Saul delira. Joabe propõe que um músico espante o espírito com sua música. Jonatas concorda. Eliabe olha para Joabe com raiva. Sabe de quem ele está falando. Saul escuta e se interessa. Mical diz a Merabe que não conta sobre seu romance com Adriel se ela deixá-la se casar com ele. Merabe fica chocada com a maldade da irmã. Joabe chega a casa de Davi e quando conta a que veio, o jovem troca um olhar angustiado com Edna e Jessé. Todos ficam preocupados, mas tentam disfarçar. Davi chega ao acampamento, Eliabe vê de longe e não gosta. Olhando tudo em volta, não a vê e esbarra em Mical que carrega um cesto de frutas. Davi, humilde, cata as frutas rapidamente no chão, enquanto Mical o observa. Ela gosta dele de cara, mas repara em suas vestes pobres e o ignora, arrogante. Davi entra na tenda, Saul nota a harpa na mão do rapaz. Davi está nervoso, mas começa a tocar e cantar. Saul vai reagindo aos versos. Seu semblante começa a mudar à medida que Davi canta. Mical entra na tenda, encantada. Eliabe se afasta, morto de inveja. Joabe fica sem entender a raiva do irmão de Davi. Rispa ora por Saul. Aionã chega dizendo que ela agora fará parte do harém do egípcio que a acompanha. Ela tenta escapar, mas o homem é violento. Assim que Davi termina, Saul sorri satisfeito. O rei pede que ele fique no acampamento e seja seu novo escudeiro. Abner não gosta, mas disfarça. Nesse instante, entra Eliabe e pega todos de surpresa dizendo que tem algo que o rei deve saber. Eliabe olha para Davi, que gela.

No capítulo 003, quarta-feira, 24 de outubro - Saul se irrita com Eliabe, que está a ponto de contar o segredo do irmão. Davi está muito tenso. Abner entra na tenda e interrompe Eliabe dizendo que o rei precisa ver algo urgente. Quando eles saem, Davi abre os olhos do irmão e diz que toda a sua família irá morrer se Eliabe contar que Samuel o ungiu rei. Eliabe cai em si, mas continua com raiva do irmão. Doegue cuida dos ferimentos de Allat, que está entre a vida e a morte. Saul, Jonatas e Abner em seus cavalos, observam um acampamento filisteu de longe. O rei ordena que todos se preparem para atacar ao amanhecer. Bate-Seba se perde em seus pensamentos lembrando-se de quando Davi a salvou. Jessé questiona Davi se ele não tem medo de acompanhar o rei nas batalhas mesmo sem ter segurado uma espada. Davi diz que confia na proteção de Deus. Jessé se impressiona com a coragem de Davi. Aquis, rei dos filisteus, está confiante da vitória ao lado de Golias. O exército marcha para a batalha. Merabe termina com Adriel, que fica sem entender nada. Doegue e Adriel se assustam com o tamanho de Golias. Jonatas chama todo o exército para entrar em formação de batalha. Doegue e Abner voltam para o acampamento a galope, quando avistam Rispa sendo arrastada por uma charrete. Eles a salvam e o egípcio consegue fugir. Rispa desmaia nos braços de Abner de tão fraca. Abner a observa apaixonado. Abner traz Rispa no colo. Ainoã fica furiosa e manda que a deixem morrer no deserto. Saul chega e diz que Rispa fica. Aionã bufa e sai. Abner conta ao rei que as tropas inimigas estão em formação. Saul vai conferir e se espanta com o tamanho de Golias. Davi fica impressionado com a movimentação dos soldados. Mical observa Davi ao longe, não admite, mas gosta dele. Merabe percebe. Saul se irrita com a hesitação de seus homens perante Golias. Doegue, Abner e Adriel ficam sem graça. Os soldados já não têm certeza se Deus está ao lado de Saul. Rispa implora por água, mas Aionã nega e sai da tenda. Selima entra e ajuda Rispa. Davi encontra seus irmãos na formação de batalha e diz que vai levar as armas do rei. Eliabe empurra Davi, que se afasta, chateado. De repente, Davi ouve Golias, falando bem alto e forte. Ele desafia um homem a duelar com ele, quem sobreviver vence a guerra. Davi é o único que não demonstra medo. Ele ouve indignado. Saul oferece grandes riquezas, isenção de impostos e a mão de sua filha em casamento para o homem que derrotar Golias. Eliabe caçoa mais uma vez de Davi, que se irrita e esbraveja sua indignação com a ousadia de Golias em desafiar o exército do Deus vivo. Jonatas conta a Saul que pede para ver Davi. O rei agradece as palavras encorajadoras do escudeiro. Davi se oferece para duelar com o gigante. Merabe e Mical são a recompensa oferecida por Saul para quem derrotar o gigante. Merabe, a filha mais velha, provavelmente será a escolhida. Saul oferece sua melhor armadura a Davi, mas fica muito grande e ele prefere lutar sem. Davi pega cinco pedras lisas, coloca em seu alforje e empunha sua funda. Aquis e Golias estão confiantes da vitória. Todos observam Davi indo em direção ao gigante. Todos acham suicídio, um absurdo. Golias não acredita no que vê. Davi e Golias frente a frente. Saul e seus soldados observam do lado israelita, Aquis e soldados filisteus do outro lado. Golias pega sua grande lança e atira em Davi com uma força estupenda. Davi se vê preso pelo seu alforje à lança fincada no chão. Davi, preso, olha para Golias vindo para cima dele. Ele tenta se soltar e não consegue. Davi se esquiva e consegue escapar do golpe mortal. Davi pega uma das pedras que estavam no chão e atira contra o gigante. Ele acerta Golias que cai morto. Ninguém acredita. Davi vibra. Os filisteus fogem deixando tudo para trás. Saul dá a ordem para atacar. O exército retorna em êxtase para o acampamento e Davi é exaltado pelo povo. Eliabe observa amargo. Merabe não parece muito animada, mas se conforma. Mical fica com inveja.

No capítulo 004, quinta-feira, 25 de outubro - Saul agradece Davi e diz que agora ele será como um de seus filhos. Jonatas vibra a conquista do amigo. Davi vê Merabe passando e a acha linda. Adriel se morde de raiva e se afasta. Mical pede para Merabe desistir de Davi para que ela possa se casar com ele. Merabe a chama de invejosa e diz que não depende dela, e sim de seu pai. Jonatas jura lealdade a Davi, que agradece emocionado. Davi ganha uma tenda e Adriel manda que Eliabe avise Jessé que Davi não volta mais para casa. Saul o quer sempre ao seu lado. Joabe ri de Eliabe, que fica furioso. Selima está furiosa e Jonatas se desculpa por ter duvidado de sua palavra. Davi fica abismado com o conforto de sua tenda. Ele agradece a Deus por ter sido ungido e pede proteção. Nesse instante, Joabe entra na tenda sem ser visto por Davi e ouve as suas últimas palavras. Joabe fica feliz e promete segredo. Davi explica tudo. Eliabe conta a notícia para seus pais, que ficam perplexos. Edna percebe a inveja de Eliabe e lhe dá mais uma bronca. Abner leva a espada de Golias para provar a Samuel que Deus está com Saul. O profeta pergunta se o próprio Saul matou o gigante e Abner, sem jeito, diz que foi um pastorzinho chamado Davi. O profeta entende o sinal de Deus. Ainoã flagra Saul quase tirando a roupa de Rispa e fica em choque. O rei diz que Rispa é agora sua mais nova concubina. Jonatas treina Davi para lutar com a espada. Dez anos se passam e Davi já manuseia a espada com destreza. Ele toca sua harpa para Saul, que está tranquilo. Rispa e Abner trocam um olhar, discreto. Rispa disfarça. Ninguém mais percebe. Davi olha Merabe, que escuta a música sonhadora. Mical observa Davi. Saul condecora seu fiel escudeiro ao mesmo nível de Abner e Jonatas, chefe de tropa do seu exército. Davi chega de mais uma batalha. Bate-Seba observa sua chegada e lembra que um dia Davi lhe salvou a vida. Laís, sua mãe, a contém em sua animação. Davi é mais aclamado que Saul, e ele não gosta. Fecha o sorriso e olha de uma forma diferente para Davi. Seu olhar é de inveja. Davi não percebe e continua sorrindo, festejado pelas mulheres. Saul vocifera com Abner seu desgosto pela fama de Davi. Abner instiga ainda mais a raiva do rei. De repente, Saul tem uma epifania: Davi é o novo ungido de Deus. Abner fica espantado com a dedução do rei. Selima conta a Jonatas que conseguiu engravidar. Davi entra na tenda de Jonatas e diz ter escutado Saul esbravejar. Ele pede ajuda para acalmá-lo. Teme que o mau espírito tenha voltado. Davi e Jonatas entram na tenda de Saul. Eles observam por alguns segundos, perplexos. Davi aflito toca sua harpa e Saul atira uma lança contra ele. Samuel se despede de Aimeleque, pronto para partir em sua peregrinação. Ele está doente e tosse sangue. Jonatas e Abner seguram Saul. Seu filho o convence de que Davi não é inimigo. O rei, sinceramente arrependido, pede que chamem Merabe pois ele irá recompensá-lo como prometido, com a mão de sua filha. Mical se vê sem saída e conta a Ainoã que Merabe não é mais virgem. Joabe e Davi conversam sobre a atitude do rei quando Ziba, servo de Saul, diz que o rei o chama em sua tenda. Davi fica surpreso. Saul dá a entender que finalmente vai casar sua filha Merabe com Davi, mas seu semblante muda. Ele tem uma última exigência para que o casamento aconteça, mais uma vitória. Davi aceita, satisfeito e confiante. Merabe conta a Adriel o que Mical fez. Saul dá uma missão sigilosa para Abner e Doegue: garantir que Davi não volte da guerra. Ziba ouve escondido a conversa.

No capítulo 005, sexta-feira, 26 de outubro - Ziba se espanta ao ouvir as ordens de Saul, esbarra em algo e faz barulho. Ele convence Saul, que acaba de chegar, trazendo o vinho e os serve. Samuel esconde o lenço sujo de sangue para que Aimeleque não veja. Bate-Seba tenta agradar seu marido Urias, mas é tratada com a mesma indiferença de sempre. Ziba troca o segredo que acaba de ouvir na tenda de Saul por um beijo de Tirsa, serva de Jonatas e Selima. Abner reúne o exército para batalha. Esbaal treme pois nunca foi à guerra. Ainoã não se conforma com o medo do filho. Jonatas manda sua mãe se retirar e tenta acalmar o irmão. Soldados partem para a guerra. Algumas moças sorriem para Davi, seduzidas por ele, que sorri de volta, mas sem maldade. Jonatas entrega uma bela espada a Davi. Esbaal observa a cena enciumado. Davi acena para Merabe, apaixonado, e Mical sente ciúmes. Selima fica sabendo das intenções de Saul e corre para avisar Jonatas, mas passa mal. Quando Tirsa vai ajudar, ela manda que a serva avise Jonatas. Tirsa chega tarde demais e, para disfarçar o nervosismo, conta a Ainoã que Selima está passando mal. Aionã é venenosa e diz a Selima que, mesmo nascendo, seu bebê não vai sobreviver. Selima fica revoltada e a expulsa da tenda. No fundo, ela sabe que sua gravidez está mesmo em risco. Soldados trazem de volta ao acampamento Adriel, que está ferido na perna. Ainoã não permite que Merabe o ajude. Ainoã conta que Merabe prefere se casar com Adriel e Saul concorda prontamente. O rei conta seus planos a Ainoã, que se surpreende com a atitude. Sem demora, Merabe e Adriel se casam enquanto Davi está na guerra. Dias se passam. Soldados chegam da guerra comemorando. À frente de todos está Davi. Ele puxa seu cavalo, que carrega Esbaal ferido na batalha. Atrás de todos, Abner e Doegue acompanham o pelotão de cara fechada. Saul sai feliz da sua tenda, mas se fecha ao ver Davi intacto e aclamado por todos. Tirsa não consegue disfarçar a preocupação com Selima e Jonatas corre para ver sua esposa. Mical ignora Paltiel, que tenta puxar conversa. Merabe conta a Davi que já se casou e o herói fica com o coração em pedaços. Mical assiste tudo satisfeita. Tirsa conta a Jonatas o que aconteceu com Selima e sobre o casamento de Merabe. Jonatas confronta o pai, que fica preocupado com sua honra diante de seu povo. Ainoã aparece com a solução: Davi casa-se com Mical. Davi se lamenta com Joabe quando Abner chega para lhe contar que Mical será sua nova esposa. Davi não se convence. Acha que é muito pobre e que o rei não vê com bons olhos seu casamento com uma de suas filhas. Saul pede que Abner avise Davi que abre mão de um dote contanto que ele traga cem prepúcios filisteus. Davi aceita o desafio. Mical não se conforma com tarefa a ser cumprida por Davi. Abner agarra Rispa. Eles se beijam, mas ela agora é concubina do rei. Rispa se afasta e Abner fica ainda mais apaixonado. Davi ataca soldados filisteus em uma trilha na floresta. Selima conta a Jonatas os planos de Saul para Davi. Nervosa com a situação, ela fica zonza. Jonatas pede que ela se acalme e vai confrontar seu pai. Tirsa e Selima se espantam com o sangue na cama, Jonatas já havia saído. As duas acham que o bebê morreu e choram. Jonatas briga com Saul, quando, de repente, Davi entra na tenda e entrega não cem, mas duzentos prepúcios para Saul. O rei segura a fúria com um sorriso amarelo. Um soldado filisteu conta a Aquis sobre o ataque surpresa liderado por Davi. Saul ordena Abner, Doegue e Esbaal que matem Davi após a noite de núpcias. Jonatas chega e ouve algo suspeito. Ele lembra Saul da promessa que fez de não ferir Davi. Saul diz que vai manter a promessa. Davi se casa com Mical.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)