Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/03/2014 06:56

Resumo da semana da novela Por Ela Sou Eva

Bruna Girotto

Segunda, 17 de março
Plutarco comenta com Onézimo seu plano para fazer com que “Eva” tenha que vender suas ações do Grupo Império e para que ele seja o comprador. Fernando discute com Marcela e diz que fará de tudo para ter uma remuneração maior que a dela. Renato revela a Lúcia que sentiu ciúmes ao vê-la com Santiago. Plutarco prepara um jantar surpresa em homenagem a “Eva” e Adriano. “Eva” pergunta a Helena se realmente está apaixonada por Plutarco. Depois do jantar e diante de todos os convidados Plutarco pede Helena em casamento. Ela aceita e “Eva” fica perplexa. Na mansão da família Caballero, Cláudia diz a Modesto que quer viver com ele. Helena diz a “Eva” que está convencida que tomou a decisão certa. Numa conversa surpreendente, Eduardo diz a Sílvia que ela foi o único amor de sua vida. Eugênia fica indignada com a presença de Cláudia em sua casa e pede a Modesto que solucione o problema. No quarto de hóspedes, Cláudia conversa com a mãe por telefone e Carmem lembra à filha que essa casa também é sua. Eduardo aconselha Plutarco a se impor diante de Helena e não permitir que ela faça o que quiser. Sílvia pergunta ao marido se realmente estava sendo sincero quando disse que ela foi o único amor de sua vida e, diante da resposta afirmativa, pergunta o porquê dos maltratos. Ele diz que foi por amor e pede a ela que volte para casa. Adriano leva “Eva” para a pensão. João Carlos, completamente bêbado, diz a Mimi que quer desistir de tudo por causa do casamento de Helena e Plutarco.

Terça, 18 de março
Plutarco diz a Helena que quando se casarem irão viver na casa que herdou de Antonia. Sílvia pergunta a Helena se está feliz e ela diz que está começando a esquecer de João Carlos. João Carlos fala que, agora que Helena vai se casar, pretende deixar de ser “Eva” e se entregar à polícia. Mimi consola o amigo e diz que ainda falta muito para ele se livrar dos saltos de “Eva”. Plutarco abre o cofre e olhando para os três milhões de dólares da suposta fraude cometida por João Carlos, diz que agora sua felicidade está completa. Rebeca telefona para Fernando e propõe que se aliem para desfalcar a empresa, ela sugere que consiga um provedor falso para que eles recebam um abono mensal da empresa. Na mansão da família Caballero, Modesto diz á filha que vai levá-la de volta para o interior. Cláudia pede a Eugênia que interceda a seu favor. Adriano chega à pensão com flores para “Eva”. Mimi diz que sua prima está dormindo e aproveita para perguntar a ele como foi a noite que passou com “Eva”. Ele responde que foi a melhor de sua vida. Modesto agradece Eugênia por permitir que Cláudia fique morando com eles. “Eva” pergunta a Helena se está apaixonada por Plutarco e se decepciona quando diz que sim e afirma que já deixou de pensar em João Carlos. Fernando, para ganhar mais que Marcela, aceita a proposta de Rebeca. Helena diz a “Eva” que se João Carlos aparecesse na sua frente, diria a ele que está apaixonada por Plutarco e pede a ela que não volte a mencionar o nome dele. Marcela estranha o comportamento do marido. João Carlos diz a Mimi que não vai desistir de lutar pelo amor de Helena e irá provar a ela o tipo de homem que é Plutarco.

Quarta, 19 de março
“Eva” diz a Adriano que ele deveria conversar com Eugênia e Modesto referente a investigação da fraude, da qual João Carlos é acusado. Cláudia provoca Eugênia e Modesto pede á filha que não a deixe nervosa por que sua esposa sofre de transtornos. Lúcia fica sabendo que Helena vai se casar com Plutarco e diz à amiga que não a vê entusiasmada. Rebeca ouve a conversa e descobre a traição de Plutarco. Depois vai até a sala de Helena, conta que Plutarco se casou com Antonia por interesse e que nunca lhe foi fiel. Helena se reúne com Plutarco para escolher a construtora que levará adiante o projeto da praia Majahua e este sugere uma em especial. Ela decide estudar a proposta antes de tomar uma decisão. Plutarco diz a Renato que poderá dar a ele o cargo que foi de João Carlos se ajuda-lo em seus planos. Santiago comenta com Helena que João Carlos era completamente apaixonado por ela. Fernando chega em casa com uma televisão nova. Marcela questiona o marido e se preocupa. Adriano diz a Modesto que João Carlos abriu uma conta bancária em nome de Eugênia para cometer a fraude contra o Grupo Império. Enquanto isso, nos corredores da empresa, Eugênia discute com João Carlos, caracterizado de “Eva”, diz que já descobriu sua farsa e pergunta o que ele pretende.

Quinta, 20 de março
João Carlos leva a mãe até a sala de Plutarco para que o reconheça e pergunta se foi ele quem a obrigou a assinar alguns documentos. Plutarco propõe a “Eva” que façam um casamento duplo: ele e Helena; ela e Adriano. “Eva” não aceita a sugestão. Eugênia encontra Onézimo nos corredores do Grupo Império e se esforça para lembrar-se de onde o conhece. Adriano, diante de Eugênia e Modesto, anuncia seu casamento com “Eva”. Eugênia se surpreende e Modesto cumprimenta o casal. Plutarco, visando seu interesse na empresa, aconselha Adriano a fazer uma viagem de volta ao mundo depois do casamento. Em um bar, Fernando e Santiago dizem a Renato que ele é o herdeiro natural de João Carlos Caballero por ser muito parecido com ele em suas atitudes e qualidades. Mimi fala a João Carlos que precisa pensar no que acontecerá com “Eva” no futuro e no que dirá a Adriano quando a fraude estiver esclarecida. Sílvia comenta com Helena que não a vê entusiasmada com o casamento. Plutarco diz a Onézimo que depois que se casar com Helena vai mandar Dadinho para um colégio interno ou permitirá que viva com seus avós. Na sala de reuniões, Helena diz a Adriano, Plutarco, “Eva” e Renato que a melhor construtora para o projeto é a FICSA. Todos apoiam sua escolha, menos “Eva”. Raul diz a Adriano que encontraram uma conta em nome de João Carlos em Nova Iorque e que o dinheiro desapareceu um dia depois de ter sido depositado.

Sexta, 21 de março
Adriano solicita ao advogado que dê por encerrada a investigação sobre a fraude. “Eva” sugere que Adriano averigue onde foi parar o dinheiro que desapareceu da conta supostamente aberta por João Carlos Caballero. Plutarco insinua que “Eva” tem interesse particular na recuperação desse dinheiro. Adriano se irrita com o comentário e sofre um desmaio. O médico recomenda que Adriano faça um check-up e Plutarco aproveita para dizer ao cunhado que deve se afastar do trabalho. Mimi se oferece para cuidar de Adriano, mas ele não aceita e pede a ela que vá embora de sua casa. Em seu escritório no Grupo Império, Adriano diz a Renato que gostaria que fosse seu assistente. Plutarco se encontra com Raul e pede a que deixe o país por um tempo para evitar que Adriano volte atrás em sua decisão e resolva continuar com a investigação sobre a fraude. “Eva” pede a Renato que consiga o telefone do escritório de advogados que cuida do Grupo Império. Eugênia comunica ao marido que pretende retomar sua carreira de atriz e, em seguida, liga para seu empresário. “Eva” vai até o escritório de advocacia e fica sabendo que Raul Mendonça deixou o país. Em um restaurante, João Carlos, caracterizado de “Eva”, conta a Mimi que no escritório de advocacia ninguém sabe do assunto da fraude. Adriano pergunta a Fernando e Santiago sobre os rumores de que Renato é gay e eles negam. Mesmo assim, Adriano decide investigar sobre a preferência sexual do funcionário. Nos corredores do Grupo Império, Renato percebe que o tablet que carrega não é o seu. João Carlos, na pele de “Eva” estranha a mensagem de amor, assinado por Pepe, que lê em seu tablet. Nesse momento Renato entra na sala e diz que pegou o equipamento por engano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)