Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

12/09/2007 18:35

Resultado do PIB reduz temor de pressões inflacionárias

Alana Gandra/ABr

Rio de Janeiro - O economista Salomão Quadros, coordenador de Análises Econômicas do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas, considerou o crescimento de 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, em relação a igual período de 2006, uma taxa elevada que o país não via há cerca de dez anos, nessa base de comparação.

Ele ressaltou, no entanto, que nesse mesmo período do ano passado a base estava baixa: "Então, já era esperada uma taxa forte, comparada à do segundo trimestre do ano passado, e isso se confirmou – é a maior dos últimos dez anos, nessa comparação”.

Em termos conjunturais, Salomão Quadros destacou como fator positivo o fato de o crescimento do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), anular as discussões sobre a possibilidade de aquecimento acentuado da economia, o que poderia levar a uma pressão inflacionária.

Segundo o economista, a análise dos dados com ajuste sazonal em relação ao trimestre anterior mostra mais uma "leve desacelerada", o que significa que o crescimento do PIB no segundo trimestre de 2007 foi de 0,8%, contra 0,9% no trimestre anterior e contra 1% no quarto trimestre de 2006.

“Na verdade, a economia não está numa fase de expansão descontrolada. Embora esteja bem, crescendo bastante, hoje em dia voltou a ser uma preocupação a possibilidade de crescimento a uma velocidade incompatível com a estabilidade de preços e, com isso, as pressões inflacionárias começarem a se manifestar. Acho que esse resultado dá uma suavizada nessas preocupações”, argumentou Quadros.

Ele lembrou ainda que o investimento aparece com destaque no resultado do PIB – crescimento pelo décimo-quarto mês consecutivo, com expansão de 13,8% no segundo trimestre de 2007, a maior taxa desde o segundo trimestre de 2004, quando atingiu 14%. E que houve também aumento do consumo das famílias, "mas sem explosão".



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)