Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/02/2004 14:39

Resultado do PIB é o pior desde 1992

Cristiane Ribeiro / ABr

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro fechou o ano de 2003 com queda de 0,2%, o pior desempenho desde 1992, quando a economia brasileira se retraiu 0,5% influenciada pela crise política com o impeachment do presidente Fernando Collor de Melo. No ano passado, o PIB per capita, que é a soma de toda a produção do país dividida pela população total, também registrou o pior desempenho dos últimos 11 anos, com queda de 1,5%.

De acordo com o balanço das Contas Nacionais divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a retração no consumo das famílias e na construção civil pesaram bastante no resultado final do PIB, que foi influenciado, ainda, pela queda de 1,7% nos Impostos sobre Produtos, especialmente nos setores de minerais não metálicos, farmacêutico e de perfumaria, artigos de plástico, artigos de vestuário e bebidas.

O estudo do IBGE mostra que o consumo das famílias brasileiras, que vem registrando taxas negativas desde o quarto trimestre de 2002, caiu 3,3% no ano passado, também a maior queda desde 1992, quando a retração foi de 0,7%, enquanto o consumo do governo cresceu 0,6% em 2003.

O economista do IBGE, Roberto Olinto, responsável pelas Contas Nacionais Trimestrais, destaca que o consumo das famílias tem um peso de 60% no PIB e que foi o segmento de maior contribuição para que a taxa de crescimento da economia ficasse negativa no ano passado.

Segundo ele, “a queda na renda dos trabalhadores associada aos juros altos e a dificuldade de acesso ao crédito inibiram o consumo das famílias em 2003, principalmente dos bens de consumo duráveis, como automóveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos”.

A formação bruta de capital fixo, ou seja, os investimentos feitos por governo e empresas, recuou 6,6% em 2003, na comparação com o ano anterior. No entanto, o desempenho da agropecuária, com expansão de 5% no ano, acabou impedindo que o resultado final do PIB fosse ainda mais negativo. A indústria encolheu 1% e os serviços 0,1%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)