Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/04/2005 07:06

Ressarcimento do Ipemat é analisado pela Procuradoria

Cadu Bortolotto
Palocci, Delcídio e ZecadivulgaçãoPalocci, Delcídio e Zecadivulgação

A Procuradoria da Fazenda Nacional começa a analisar esta semana o pedido de ressarcimento, no valor de R$ 640 milhões, feito pelo governo de Mato Grosso do Sul, em função dos gastos com o pagamento de 22 mil servidores do antigo Estado de Mato Grosso, aposentados através do IPEMAT. Nesta terça-feira, o Senador Delcídio do Amaral (PT/MS) e o governador Zeca do PT se reuniram em Brasília com o Ministro da Fazenda, Antonio Palocci, a quem entregraram a documentação completa para fundamentar o pedido.

- O Ministro nos garantiu que até o final de maio a Procuradoria vai se pronunciar sobre o assunto. Quando o parecer estiver concluído, ele vai nos chamar para apresentá-lo. Só depois disso o relatório será votado pelos membros da comissão especial criada pelo governo para analisar o pedido. Estamos bastante otimistas porque o estado de Tocantins, anos depois de ter sido criado a partir da divisão de Goiás, fez pedido semelhante e acabou sendo atendido – revelou Delcídio.

Para o senador, o empenho do governador Zeca tem sido fundamental para dar mais rapidez ao processo de tramitação da proposta nos diferentes órgãos de governo.

- O relator da Comissão Interministerial, Vicente Treva, já se manifestou favorável ao atendimento do pleito do estado. Além disso, as reuniões com diferentes autoridades em Brasília têm sido extremamente positivas. A gente sabe que o governo federal enfrenta dificuldades para manter as contas do país em dia, mas o ressarcimento por tudo o que Mato Grosso do Sul gastou de 1979 até agora com os aposentados do antigo Instituto de Previdência de Mato Grosso é mais do que justo. Estamos avançando. Temos o apoio de todos os membros da nossa bancada no Congresso Nacional e a simpatia do presidente Lula para a proposta – afirmou Delcídio.

Entre as formas de ressarcimento estão a concessão de Letras do Tesouro Nacional, o repasse em dinheiro ao Tesouro Estadual e o abatimento do valor de R$ 640 milhões nas parcelas da dívida que Mato Grosso do Sul paga mensalmente à União.

- Seja qual for a forma de ressarcimento o importante é que ele saia o mais rápido possível para que o governo do estado possa ampliar os investimentos nos programas sociais e nas obras de infra-estrutura – ressaltou o senador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)