Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/08/2006 09:01

Reprise de programa ofensivo não reabre prazo

STJ

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) extinguiu a ação penal proposta pelo senador Jorge Bornhausen contra o procurador da República Luiz Francisco de Souza por suposta ofensa à sua honra em programa de televisão. O presidente do Tribunal, ministro Raphael de Barros Monteiro Filho, considerou que a reprise dos programas não reabre a contagem de prazo para verificação da decadência do direito do autor.

Quando ocorre a decadência, a parte deixa de deter o próprio direito que poderia ser verificado ao fim da ação, e ela deriva da perda do prazo para buscar tal direito. Difere da prescrição, na qual o que deixa de existir é apenas a pretensão judicial.

O procurador deu entrevista no programa "Idéias com Reguffe", veiculado pela TV Apoio nos dias 9 (ao vivo), 11 e 13 de setembro de 2003. Uma das declarações afirmava que o senador não detinha honra, constituindo-se aí a suposta ofensa.

Além disso, o procurador também teria imputado ao senador fato inverídico. Souza afirmou que Bornhausen teria admitido, na imprensa, ter sido beneficiado por depósitos irregulares em um "ralo de dinheiro sujo", referindo-se ao caso do Banco Araucária.

Mas o senador somente apresentou a queixa-crime ao STJ em 12 de dezembro de 2003, quando já ultrapassado o prazo decadencial de três meses estabelecido em lei. O ministro Barros Monteiro, relator do caso, afirmou que a retransmissão do programa não altera o fim desse prazo, já que tanto o querelante quanto o público em geral tomaram conhecimento dos fatos supostamente ofensivos, de forma indubitável, já no dia 9 de setembro de 2003.

A Corte rejeitou por unanimidade a queixa-crime por infamação e injúria.

Matéria de autoria de Murilo Pinto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)