Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/05/2004 10:14

Reportagem provoca corrida a ''Eldorado'' de empregos

Adriano Gaieski/ABr

A economia do município de Rio Verde, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitará amanhã (5), é movida pela agricultura, pecuária – suínos e frangos, basicamente – e pela agroindústria. Considerada uma das regiões mais prósperas do Estado e do país, a cidade viveu há cerca de três meses uma situação insólita, que resultou num grave problema social.

Após a exibição de uma reportagem em rede nacional de televisão, em poucos dias mais de 10 mil pessoas chegaram à cidade em busca da qualidade de vida, da farta oferta de empregos e dos altos salários anunciados. Dos candidatos com curso superior àqueles sem formação profissional, eles lotaram os pequenos hotéis e pensões de Rio Verde.

Qualquer ponto de referência – hotéis, lojas, farmácias, postos de gasolina ou bares – era procurado pelos desempregados para obter mais informações. Mas quem mais sofreu foram os funcionários do Sine (Sistema Nacional de Emprego): a média de ligações chegou a 700 por dia e longas filas se formaram em busca de uma colocação no que logo chamaram de "Eldorado do mercado de trabalho nacional". Em épocas normais, o Sine recebe 550 pessoas, em média. Nos dias seguintes à divulgação da reportagem pela televisão, o número subiu para 1.000.

Em Rio Verde, do total de vagas de empregos oferecidas, 70% são preenchidas. E deste total, 15% são de pessoas vindas de diferentes regiões do País. Os números do Sine local revelam ainda o recebimento de 30 mil e-mails, 10 mil correspondências e mil mensagens por fax todos os meses. São currículos de jornalistas, dentistas, auxiliares gerais, administradores, entre outros profissionais.

A Divisão de Estatística do Sine local calcula que apenas 6% das pessoas que chegaram à cidade conseguiram algum tipo de colocação. À maioria deles restou o trabalho na informalidade, mas o prefeito Paulo Roberto Cunha informou que já foram providenciados ônibus para que muitos dos candidatos a empregos retornassem a suas cidades de origem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)