Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

Últimas Notícias

23/05/2005 14:15

Renan diz que indicará integrantes da CPI dos Correios

Agência Senado
J. FreitasJ. Freitas

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou neste sábado (21) que, como presidente do Congresso, e na hipótese de os líderes partidários não indicarem os parlamentares que irão compor a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que vai investigar denúncias nos Correios, ele mesmo terá que fazer a designação. Em sua opinião, isto não deve ser necessário, pois espera que os líderes indiquem os nomes, mas explicou que a determinação está prevista no Regimento Comum do Congresso que orienta o funcionamento de uma comissão mista e ele terá que cumpri-la.

- Eu tenho um fundamental compromisso com o Brasil, a governabilidade e a sustentabilidade, mas meu limite é o regimento e a Constituição. Considero importante que o Congresso possa investigar, esclarecer e punir, se necessário - disse o senador, acrescentando que já acertou com o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, a realização da sessão do Congresso, na quarta-feira (25), às 10h, para leitura do requerimento de instalação da CPI.

Renan negou, em resposta à imprensa, que tenha recebido qualquer pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para impedir a instalação da comissão de inquérito ou para favorecer a retirada de assinaturas que sustentam a criação da CPI.

- O presidente Lula disse que não está preocupado com o desdobramento da CPMI e nós não conversamos sobre a questão das assinaturas do requerimento. Ele sabe que eu tenho que agir como presidente do Congresso, mantendo intacta a minha isenção, e não como líder do governo - disse o senador.

Ele disse acreditar que o Congresso não irá interromper seus trabalhos regulares por causa do funcionamento da CPI dos Correios. Para ele, o Legislativo tem condições de funcionar normalmente ainda que outras comissões de inquérito funcionem, além da CPI dos Correios. "Vou mostrar que é possível compatibilizar o funcionamento do Congresso com a investigação política".

Ao ser questionado sobre denúncias publicadas neste final de semana pela Revista IstoÉ, envolvendo os nomes dos senadores Paulo Octávio (PFL-DF) - em questões de suposto superfaturamento de obras com prejuízos para o fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal - e Marcelo Crivella (PL-RJ) - em torno de suspeitas sobre lavagem de dinheiro em paraísos fiscais pela Igreja Universal -, o senador Renan Calheiros disse desconhecer o assunto. Afirmou, porém, que considera indispensável que as pessoas não sejam prejulgadas e tenham o direito de defesa assegurado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Junho de 2018
Domingo, 17 de Junho de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)