Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/07/2004 14:54

Remédios:Criadas normas para tornar segura a manipulação

Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e outras 19 entidades ligadas à saúde e à defesa do consumidor, iniciaram um trabalho de revisão e atualização da legislação que trata da manipulação de medicamentos no país. De acordo com o gerente-geral de inspeção de medicamentos da Anvisa, Antônio Carlos Bezerra, a intenção da agência é estabelecer critérios que permitam tornar a manipulação de medicamentos mais segura e criar estratégias para o controle sanitário do cumprimento das novas regras.

Em entrevista ao programa NBr Manhã, tevê a cabo da Radiobrás, ele disse que os problemas se concentram hoje em produtos que tenham baixo índice terapêutico, que contêm substâncias que merecem uma atenção maior na sua manipulação. "O caminho que nós encontramos foi de fazer um amplo debate com a sociedade científica, entidades representativas das profissões envolvidas nesse tema, médicos e farmacêuticos que irão contribuir para que possamos aperfeiçoar esses mecanismos de controle", disse.

Segundo ele, atualmente, no Brasil, existem cerca de cinco mil farmácias de manipulação que fazem esse tipo de preparação, abrangendo 10% do mercado de medicamentos em consumo no país. Ressaltou que, dentro desse contexto do trabalho de revisão da legislação, existe um consenso que impõe o consentimento do próprio paciente para que o médico possa orientá-lo no sentido de acompanhar o consumo desse medicamento. "Temos medicamentos antidepressivos, produtos que são utilizados também na área de cardiovascular, que são substâncias importantes e que de alguma maneira precisam desse monitoramento mais estreito", afirmou.

Antônio Carlos Bezerra disse ainda que o Laboratório da Fiocruz enviou dados à Anvisa de que esses medicamentos, em alguns casos, contêm substâncias acima do que a dosagem preconiza.
"Houve inclusive um óbito, aqui no Distrito Federal, e isso intensificou o nosso trabalho para que haja um maior controle da manipulação desses produtos".

O próximo passo, segundo ele, será a abertura de consulta pública das normas de revisão da legislação sobre a manipulação de medicamentos. Antônio Carlos Bezerra disse acreditar que, ainda no segundo semestre, o país poderá ter uma resolução atualizada. Ele salientou que os pacientes devem buscar que as farmácias de manipulação cumpram essas regras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)