Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/07/2010 17:33

Remédio para tratar câncer de próstata sai do mercado

Carolina Pimentel, da Agência Brasil

A empresa farmacêutica Sandoz informou o recolhimento de todos os lotes do medicamento Lectrum (acetato de leuprorrelina) nas concentrações 3,75 mg e 7,5 mg. A medida deve-se à possibilidade de haver quantidades diferentes do princípio ativo.

O remédio – que precisa ser diluído e injetado por um médico ou profissionais de saúde habilitados - é usado no tratamento de câncer de próstata, fibroma uterino e endometriose.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que o laboratório divulgue informações sobre o recolhimento nos principais veículos de comunicação, pelo menos, duas vezes por semana.

“A Sandoz esclarece que não há evidências de que o problema encontrado possa causar quaisquer riscos imediatos à segurança dos pacientes, mas, como medida preventiva, visando a diminuir riscos eventuais nos tratamentos, a Sandoz decidiu recolher os lotes dos produtos disponíveis no mercado”, diz informe publicitário da empresa.

Quem comprou o medicamento Lectrum deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Sandoz pelo telefone 0800 400 9192.

A Anvisa orienta os pacientes que fazem uso do remédio a procurar o médico para buscar outro medicamento, enquanto a comercialização do Lectrum estiver interrompida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)