Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/05/2015 13:58

Relator pede novo prazo para analisar projeto do Tribunal de Contas

Campo Grande News

O deputado Lídio Lopes (PEN), relator do projeto que prevê criação de cargos no TCE (Tribunal de Contas Estadual), solicitou uma dilação de prazo, para poder apresentar seu parecer sobre a proposta, que quando foi enviada pela primeira vez gerou polêmica na Assembleia. O parlamentar alegou que o Tribunal vai enviar novos documentos que serão anexados ao projeto.

Lídio apresentou esta justificativa na reunião de hoje (13), da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), sendo que o presidente da comissão, o deputado José Carlos Barbosa (PSB), pediu que o deputado apresente então seu parecer na próxima reunião, marcada para semana que vem.

O Tribunal de Contas enviou este projeto que altera o plano de cargos e carreiras da instituição, no começo do ano, no entanto sofreu várias críticas, inclusive o deputado Marquinhos Trad (PMDB) apresentou um estudo apontando irregularidades da proposta. Após esta repercussão, o TCE retirou a matéria para fazer as devidas correções.

Neste início do mês o projeto foi reapresentado constando que os cargos de função de confiança seriam restritos aos servidores efetivos, diferente da primeira versão que usava o termo “ de preferência”, o que poderia abrir “brechas” para o uso destes cargos por servidores comissionados.

Apesar das mudanças, o deputado Marquinhos Trad voltou a dizer que o projeto possuía irregularidades, entre estas, ele citou o fato de que o Tribunal prevê a transformação de cargos em comissão, que segundo o peemedebista se trata de algo inconstitucional. O parlamentar ainda questionou o fato da matéria dizer que não haverá despesas com estas mudanças, mesmo que no projeto tenha um artigo que diz que as “despesas” serão decorrentes de orçamento próprio.

O deputado ainda sugeriu que o Tribunal divulgasse os nomes dos 260 servidores terceirizados que foram exonerados, já que esta questão foi citada no novo projeto enviado a Casa de Leis. A proposta espera esta definição na CCJR, para depois serguir ao plenário e ser votado pelos parlamentares.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)