Cassilândia, Sábado, 26 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

27/10/2003 07:04

Relator deve recompor orçamento da saúde para 2004

Agência Câmara

Corte de R$ 1,2 bilhão em investimentos de infra-estrutura, R$ 800 milhões em emendas parlamentares e a substituição das fontes de receita dos programas de saneamento e atendimento a crianças e gestantes. Estas podem ser as principais mudanças da que o relator do Orçamento, deputado federal Jorge Bittar, está elaborando para recompor os recursos da saúde na proposta orçamentária de 2004. O relator acompanha o presidente Lula na viagem à Espanha e disse que a solução do problema terá que ter o aval do Governo antes de ser apresentada aos integantes da Comissão, com o objetivo de cumprir o piso constituticonal da saúde, de R$32,5 bilhões no próximo ano.
A Comissão Mista de Orçamento de reúne amanhã, às 14h30, para retomar a discussão do parecer preliminar do deputado Jorge Bittar (PT-RJ) à proposta orçamentária para 2004. A apresentação do relatório marcada para datas anteriores acabou não acotencendo por falta de acordo sobre as emendas parlamentares e o orçamento da área de saúde.

EMENDAS AO ORÇAMENTO
Os líderes do Governo na comissão apresentaram uma proposta para viabilizar um acordo sobre as emendas parlamentares ao Orçamento de 2004. O principal motivo de discórdia foi a reivindicação dos senadores, que querem o direito de apresentar mais uma emenda cada um ao Orçamento de 2004, além das de bancada a que têm direito. O acordo proposto aumenta em três o número de emendas de bancada, que hoje varia de no mínimo 15 e no máximo 20, e passaria de 18 a 23. As emendas regionais e de comissões continuam como estão, e as individuais aumentam o valor para R$ 2,5 milhões.

RECOMPOSIÇÃO DE VERBAS
O presidente da Frente Parlamentar da Saúde, deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), disse que aguarda a decisão sobre as mudanças que podem ser propostas pelo relator, mas alertou que o valor que falta para recompor o orçamento da saúde e que está destinado a ações do Fundo de Combate à Pobreza, ultrapassa os R$ 3,5 bilhões anunciados pelo Governo. “Nós estamos aguardando. Naturalmente que a gente quer ver realmente os recursos do Orçamento da Saúde recompostos, como é o desejo da imensa maioria da classe política no Congresso Nacional e também da lei, da Constituição, conforme disse o Procurador Geral da União."
Além de encontrar novas fontes, o deputado Rafael Guerra destaca que é importante corrigir o veto do presidente Lula a um artigo da LDO, que permitiu a inclusão de recursos do Fundo de Combate à Pobreza no Orçamento da Saúde, para que isso não possa servir de mau exemplo para estados e municípios. Enquanto espera o anúncio da solução do problema, a Frente da Saúde continua mobilizada. Na terça-feira, representantes das Comissões de Saúde de todas as Assembléias Legislativas do país tem encontro marcado na Câmara para discutir o cumprimento da Emenda 29, que assegura valores mínimos para a Saúde no Orçamento Geral da União. A Frente tenta ainda agendar uma audiência com o presidente do Congresso Nacional, José Sarney, na Quarta-feira, em busca de apoio para a área de saúde.



Reportagem – Tatiana Azevedo
Edição - Paulo Cesar Santos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Setembro de 2020
Sexta, 25 de Setembro de 2020
Quinta, 24 de Setembro de 2020
14:18
Luto
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)