Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/08/2007 07:35

Reinserção de reeducandos mobiliza magistradas

TJMT

As juízas das varas criminais de Várzea Grande, Maria Erotides Kneip Baranjak e Selma Rosane Santos Arruda, realizarão trabalhos educativos com alunos das faculdades e de escolas de ensinos fundamental e médio de Cuiabá e Várzea Grande. As atividades fazem parte da I Semana Estadual da Ressocialização "Construir Cidadania", realizada pelo Poder Judiciário em parceria com o Governo do Estado, entre os dias 26 e 31 de agosto.



Em alguns dias da semana as magistradas vão até as escolas proferir palestras e conscientizar os estudantes da importância da participação popular no movimento em prol da reinserção social dos reeducandos. A juíza Selma Arruda lembra que o envolvimento da sociedade está previsto na Lei de Execução Penais (no 7.210/84) e não se pode perder de vista que o detento que cumpre pena segregado um dia deverá ganhar liberdade e voltará a conviver socialmente.



Em algumas comarcas do Estado, os juízes já realizam trabalhos com os reeducandos das cadeias públicas. Em Alta Floresta, por exemplo, o esforço de reinserção é feito a partir do trabalho numa bicicletaria, com a parceria de um empresário; em Sorriso, com manutenção de uma horta comunitária e comercialização dos produtos. Além da socialização, o trabalho proporciona a possibilidade de redução de pena. A cada três dias trabalhados, o reeducando é beneficiado com a redução de um dia da pena.



O Centro de Ressocialização de Cuiabá, antigo Carumbé, possui reeducandos que fazem faculdades por meio do sistema de educação à distância. Eles são liberados com o acompanhamento de monitores. Um deles, depois que saiu da prisão, continuou os estudos e já se formou em Pedagogia.



Programação – A I Semana Estadual da Ressocialização começa no domingo (dia 26), às 10h da manhã, com um ato na Praça da República e exposição de trabalhos artesanais feitos pelos próprios reeducandos.



Na segunda-feira (27) prossegue com visitas de magistrados e autoridades a presídios de Cuiabá e Várzea Grande. Na quinta-feira (30) acontece a abertura do seminário, com a participação do corregedor geral da Justiça, desembargador Orlando de Almeida Perri, na sede da Fiemtec, na capital.



O seminário, aberto à população, também contará com as participações das juízas de Várzea Grande na condição de palestrantes e debatedoras sobre o papel da sociedade e o processo da ressocialização no sistema prisional.



Projeto RecuperAÇÃO



O sistema prisional mato-grossense é uma das prioridades da atual gestão do Tribunal de Justiça. Com intuito de reduzir o índice de reincidência, está em andamento, de maneira inédita em Mato Grosso, o projeto RecuperAÇÃO, desenvolvido pela Corregedoria Geral da Justiça. A semana da ressocialização faz parte desse projeto.



Atualmente, a reincidência alcança o índice de 86,5%. O corregedor geral, desembargador Orlando de Almeida Perri, pretende alinhar conceitos e uniformizar procedimentos que serão adotados por magistrados vinculados à execução penal neste biênio 2007/2009, visando contribuir para a redução desse percentual.



Uma das principais ações nessa direção está a meta de trabalhar na melhoria do sistema prisional. Para a Corregedoria, o maior beneficiário de iniciativas como essa, para além do próprio detento, é a sociedade, visto que cada reeducando recuperado significa um criminoso a menos nas ruas.



Por: Lídice Lannes

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)