Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

03/11/2014 14:11

Reinaldo pretende definir secretariado até dezembro

Kleber Clajus e Leonardo Rocha, Campo Grande News

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) pretende definir os secretários de sua administração até dezembro. Na composição, conforme o tucano, não se descarta manter integrantes da equipe de transição iniciada, nesta segunda-feira (3), em conjunto com André Puccinelli (PMDB).

“Começamos as conversas para definir a equipe de transição, em que alguns também estarão no governo. Em dezembro, poderemos ter a equipe completa para iniciar, em 2015, a nossa gestão. Ainda não escolhi os nomes dos secretários e estamos conversando com pessoas técnicas que irão vir da iniciativa privada, além de quadros dos partidos políticos já que ninguém governa sozinho”, comentou Reinaldo, que participa de reunião com o atual governador para tratar ainda dos empréstimos pendentes e os realizados pelo Estado.

Em relação a Assembleia Legislativa, onde possui base aliada composta por ao menos 20 deputados estaduais, o tucano acredita na construção de um “ótimo relacionamento” e promete não interferir na eleição da mesa diretora “porque essa é uma questão dos deputados”.

Acordo prévio – Antes da reunião, no entanto, Reinaldo destacou que cumprirá acordos firmados por seu antecessor com os servidores públicos estaduais, como a implantação do plano de cargos e carreiras, além da implantação do piso nacional para jornada de 20 horas dos professores até 2018.

Outro ponto diz respeito a conclusão de obras dos hospitais regionais de Dourados e Três Lagoas, bem como “ocupar” os hospitais de Coxim, Nova Andradina e Ponta Porã.

Tendo por prioridades saúde, educação e segurança o governador eleito não descarta ainda reduzir investimentos em obras de infraestrutura para atender as demandas.

Como ele considera que a economia brasileira está em recessão, considerando-se as duas quedas no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), prevê um início de gestão austero. Outro problema é o aumento no repasse aos poderes, que chegará a 18,1% em 2015, conforme a Lei de Diretrizes Orçamentárias e Orçamento Geral do Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)