Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/03/2008 11:03

Reinaldo Gaspar - Eleições: O eleitor é o culpado

Reinaldo Gaspar/Rádio Liberdade FM

Em ano de eleição novamente volta à tona a discussão sobre o voto ético.
O Tribunal Superior Eleitoral, como sempre faz, lança campanha orientando o eleitor de todo o Brasil sobre o voto consciente.
Mas duas perguntas ainda continuam sem respostas.
Será que essa campanha realmente funciona e estaria essa campanha sendo feita corretamente?
A primeira pergunta é motivada pelo fato de que a história nunca muda, ou seja, passa campanha, entra campanha, e não se percebe nenhuma evolução no quadro. Sem generalizar, as pessoas continuam se comportando exatamente da mesma forma, onde cada voto tem seu preço. E o preço, como todos sabem, depende da necessidade e criatividade. Pode ser do remédio ao material de construção, passando pela tradicional cesta básica.
Já a segunda pergunta merece uma reflexão maior. A campanha pelo voto consciente coloca o eleitor como vitima e o candidato como culpado. Seria como se todo candidato estivesse pelas ruas procurando votos para comprar e o eleitor, esse pobre indefeso, não teria como resistir a tentação.
Essa é a questão principal. Apesar de parecer absurdo, o cenário é exatamente o contrário. Com raras exceções, o candidato quer o voto pela ideologia enquanto o eleitor já tem o preço em mãos do seu e demais votos sob sua influência. Basta ter a oportunidade de se aproximar do candidato para iniciar a negociação. E azar do candidato que se recusar a pelo menos a ouvir a proposta.
Esse é o foco. A campanha de conscientização deve mirar o eleitor. De forma orientativa, num primeiro momento, e punitiva caso seja necessário. Mas deve-se demonstrar através de ações claras que ninguém ficará impune, mesmo sabendo ser isso praticamente impossível.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)