Cassilândia, Domingo, 20 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

03/11/2015 18:03

Reinaldo - A hora da decisão

Manoel Afonso

“O Governo deve ter a coragem de tomar medidas impopulares”. A velha frase atribuída ao ex-presidente Kennedy serve como referência na abordagem da proposta do governador Reinaldo em majorar alguns impostos.


Perto de completar seu primeiro ano à frente do Estado, Reinaldo percebe que há uma distância enorme entre as intenções do candidato e o exercício pleno da administração. E de fato, não se pode ignorar alguns fatores em nível nacional que ventaram contra os planos dele de conseguir o ambiente ideal, do equilíbrio sócio econômico do Estado.


Convenhamos aqui, que a economia nacional está sangrando por conta das manobras da presidente Dilma visando garantir a reeleição. Além das famosas pedaladas, existem dezenas de outros motivos amplamente divulgados na mídia. Alguns dos reflexos da situação estão representados no desemprego, queda do PIB, disparada da inflação e a bolha crescente no mercado imobiliário.


É inegável que o desempenho ruim da maquina de arrecadação federal respinga na economia dos Estados. Aqui no MS, dependente de investimentos da União, a situação atual e as previsões caminham na estrada escura e de curvas. Esse cenário, acoplado as pretensões fiscais de Azambuja leva-nos a um deserto de esperanças.


Reinaldo sabe; aqueles que foram à Assembleia Legislativa nesta terça feira, foram seus eleitores no primeiro ou segundo turno. O governador tem consciência do desgaste que estará sujeito caso feche questão em seu projeto, não permitindo alterações. As vaias que calaram seu líder na tribuna daquela casa, mostraram a insatisfação deste importante segmento produtivo e político do Estado.


A experiência ensina que sem dinheiro não há governo bom. Nas devidas proporções Reinaldo copia Dilma para abastecer os cofres estaduais e viabilizar o custeio da máquina administrativa e os investimentos que o desenvolvimento naturalmente exige.


O sul mato-grossense é parte do contingente de brasileiros endividados, preocupados e até desesperançosos com 2016 que vem aí. Reinaldo sabe disso! Mas o pior: o PSDB, partido que lidera a oposição ao Planalto, faz das críticas à carga tributária sua grande arma em discurso.


Mas a bola segue na marca da cal. O lance seguinte depende de Reinaldo.


De leve...

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Agosto de 2017
Sábado, 19 de Agosto de 2017
20:38
Para o fim de semana
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Agosto de 2017
Quinta, 17 de Agosto de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)