Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/01/2004 07:29

Reforma sindical propõe fim da data-base

Andréia Araujo/ABr

A proposta de reforma sindical, que deve ser enviada ao Congresso no final de fevereiro, começou a ser definida ontem (29), com a aprovação no Fórum Nacional do Trabalho de texto que prevê o fim da data-base, período definido para acordo salarial de cada categoria.

O coordenador do Fórum, Oswaldo Bargas, explicou que a data das negociações seria escolhida, de comum acordo, pelo trabalhadores e empregadores. Essas negociações devem ter um resultado antes do final do contrato coletivo. Se não houver acordo, correrá um prazo de 90 dias e, durante este período, deve ser escolhido um “juiz para a questão”. A arbitragem pode ser particular ou pública e será definida pelas entidades envolvidas.

Bargas informou que se alguma parte não quiser negociar, será punida e deverá pagar uma multa que ainda não foi estipulada. “Nós estamos fazendo tudo para que haja uma negociação”, disse. Com isso, o Tribunal Superior do Trabalho perderia o poder normativo na resolução dos conflitos e passaria a exercer o papel de árbitro, somente em questões extremas.

O texto aprovado prevê ainda que toda greve passará a ser legitima. Quem abusar do direito, comete atos anti-sindicais, que serão punidos. Como exemplo de práticas anti-sindicais está a discriminação do trabalhador sindicalizado. “Será o fim da greve abusiva – greve é greve”, disse o coordenador.

Para o presidente da Força Sindical, Paulo Marinho, os trabalhadores serão beneficiados com a reforma que está sendo apresentada. “O trabalhador não será mais perseguido por causa de uma greve, ele terá garantias de que pode participar de um movimento, de uma greve, de um sindicato. E de que o sindicato irá negociar em seu nome e defendê-lo”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)