Cassilândia, Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Últimas Notícias

05/12/2005 07:53

Reforma política pode vir por Emenda Constitucional

Agência Senado

O substitutivo do deputado Marcelo Barbieri (PMDB-SP) à proposta de emenda à Constituição (PEC 446/05) do deputado Ney Lopes (PFL-RN) assimilou projetos de lei em estágio mais avançado da reforma política em tramitação na Câmara. Originalmente, a PEC apenas adiaria, de 30 de setembro para 31 de dezembro deste ano, o prazo para alterações no processo eleitoral de 2006.

Porém, o substitutivo (PEC 446-A/05) prevê a implementação, para as eleições de 2008, das listas preordenadas nas eleições proporcionais, do financiamento público de campanha, das federações partidárias, da redução da cláusula de barreira, do controle dos gastos eleitorais e de limites à divulgação de pesquisas (veja matéria). Essas matérias constavam do projeto de lei aprovado pela Comissão Especial que analisou a reforma política na Câmara.

Barbieri também aproveitou partes do projeto de lei aprovado pelo Senado, de autoria do senador Jorge Bornhausen (PFL-SC), que proíbe a distribuição de brindes, showmícios, camisetas e de pesquisas eleitorais, até 15 dias antes do pleito.

"Se não conseguimos sequer votar a quebra da verticalização, que é quase consensual, como vamos conseguir votar um substitutivo que traz tantas alterações? Perdemos o prazo para fazermos a reforma e temos que assumir essa responsabilidade", afirma o deputado Inaldo Leitão (PL-PB), para quem a Constituição não deve ser alterada em nome da reforma política.

Por outro lado, o deputado João Almeida (PSDB-BA) entende que a reforma política já é esperada há muito tempo e a crise demonstrou que não é mais possível esperar, o que obriga o Congresso a alterar as regras.

João Carlos Teixeira/Repórter do Jornal do Senado

c/agência Câmara

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 25 de Maio de 2017
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)