Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/04/2004 08:45

Reforma do Judiciário terá prioridade na Câmara

Agência Câmara

A Reforma do Judiciário terá prioridade na pauta quando retornar à Câmara. O presidente da Casa, João Paulo Cunha, disse que as alterações feitas no Senado deverão ser votadas ainda neste primeiro semestre pelos deputados, e que a reforma será promulgada por partes. A proposta foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e segue agora para o Plenário daquela Casa.
Durante entrevista à rádio Jovem Pan, o presidente da Câmara disse que o novo valor do salário mínimo já deveria estar definido. "Esse valor já deveria ter sido apresentado, porque estamos quase no meio do mês de abril. Quando o ministro da área enviar ao presidente (da República), vamos fazer esse debate na hora oportuna", observou João Paulo.

Excesso de medidas provisórias
O presidente da Câmara informou ainda que o Governo vai reduzir o número de medidas provisórias enviadas ao Congresso. João Paulo disse que o excesso de medidas tem prejudicado o trabalho do Congresso. "Eu conversei com o presidente da República e com o ministro da Casa Civil, José Dirceu, para reduzir o número de medidas provisórias e eles aceitaram. As mudanças que serão feitas na educação, por exemplo, virão por projeto de lei", informou João Paulo. Há, atualmente, oito medidas provisórias trancando a pauta da Câmara.

Emendas parlamentares
João Paulo Cunha avalia que o Governo deveria ser mais receptivo aos parlamentares da base aliada, e acrescentou que conversou sobre o assunto com o presidente da República. "Os ministros não têm que atender só os deputados, mas qualquer cidadão", disse.
O deputado defendeu uma nova visão sobre a liberação do orçamento. "Há também muita crítica sobre as emendas. Emenda é uma coisa legal, justa, que nós temos a obrigação de lutar para liberar. Trata da ponte, asfalto, saúde, educação. Ajuda a melhorar a vida das pessoas".



Reportagem - Beth Veloso
Edição - Ana Felícia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)