Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/03/2008 14:05

Recálculo ajuda produtor rural endividado

A substituição dos encargos inadimplemento da taxa Selic mais 1% ao ano por IPCA mais 6% a.a., uma das sugestões do governo Federal para o fim do endividamento agrícola, não compensa para os produtores rurais, comenta o especialista em recálculo e advogado, Carlos Alberto Pereira. Ele esteve na última quinta-feira (27), na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Dourados, falando sobre a importância do recálculo para a quitação de dívidas rurais.


“O problema é que hoje, com os debates em torno da renegociação das dívidas, não se calcula o efeito das decisões. O produtor acha que pode ser uma boa oportunidade para quitar o débito, mas não percebe que pode pagar ainda menos se fizer o recálculo”, comentou o especialista.

O avogado mostrou que com a diferença entre os dois encargos de inadimplemento gera uma economia para o produtor rural de 1,57% a.a., ou seja, quem deve R$ 100 mil, terá um desconto de R$ 1.570. “O efeito dessa medida é nenhum”, destaca.

O especialista também frisou em sua palestra que o advogado precisa orientar os produtores rurais, interessados em quitar seus débitos. “O advogado precisa saber avaliar o que é melhor para seu cliente. De repente as medidas da renegociação do governo Federal não representam perdas menores para o agricultor endividado e o meio jurídico, com o recálculo, é a melhor garantia”, aponta.




Sato Comunicação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)