Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/11/2011 10:50

Recadastramento da tarifa baixa renda vai até dia 30

Assessoria de imprensa

A tarifa social é um benefício que surgiu para ajudar os clientes da classe baixa renda a ter o conforto da energia elétrica a um custo proporcional ao seu orçamento doméstico. Os descontos são aplicados de acordo com a faixa de consumo: 65% para os primeiros 30 kWh, 40% no intervalo de 31 a 100 kWh e, para a faixa de consumo até 220kWh, 10%.

Para conceder o benefício a Agência Nacional de Energia Elétrica estabeleceu um calendário de recadastramento e, por isso, a Enersul, orientada pela Política de Sustentabilidade da Rede Energia, mantém a divulgação sistemática dos prazos e dos requisitos que essa classe de consumidores precisa observar para se manter dentro deste programa social. A etapa agora está vinculada à faixa de consumo que vai até 30 kWh. Todo cliente baixa renda que ainda não se recadastrou, tem até o último dia deste mês (30 de novembro) para apresentar, em qualquer loja de atendimento da Enersul, os documentos pessoais, uma conta de energia elétrica da residência onde mora e o Número de Inscrição Social (NIS), um documento expedido pelas Secretarias de Ação Social que comprova a condição econômica dessas famílias.

A Empresa esclarece ainda que o consumidor que deixou de atualizar seus dados nas datas anteriores do calendário de recadastramento pode recuperar o benefício, aproveitando mais essa etapa definida pela Aneel até o dia 30 de novembro. Feito isso, ele será reintregrado ao programa Tarifa Social Baixa Renda.

AJUSTES
Por determinação da Agência Reguladora do setor elétrico, o critério anterior que concedia tarifa social a toda unidade residencial com consumo médio anual de até 79 kWh, deixa de existir a partir de 1º de dezembro. A mudança nas regras visou excluir do benefício imóveis de luxo com pouco uso, a exemplo de flats, casas de veraneio, chácaras como as do Parque dos Poderes e até os pesqueiros no Pantanal que, normalmente, registram por ano uma média baixa de consumo de energia elétrica. O critério agora é pelo perfil social.

AGILIDADE
Para facilitar a atualização dos cadastros do cliente baixa renda, a Enersul dispõe de estrutura de atendimento nas 73 cidades de sua área de concessão. Além disso, todos os colaboradores foram orientados quanto às novas regras passando a ser multiplicadores dessas informações nas comunidades onde prestam serviço. O empenho da distribuidora é para que nenhuma família, com direito ao benefício, fique fora do programa tarifa social baixa renda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)