Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/08/2011 07:45

Rebeldes oferecem a Khadafi passagem livre caso entregue poder

BBC Brasil

Brasília – Ao mesmo tempo em que enfrentam bolsões de resistência, os rebeldes que controlam a maior parte da capital da Líbia, Trípoli, oferecem passagem livre ao líder Muammar Khadafi se ele entregar o poder, depois de 42 anos no governo. Paralelamente, prometem anistia e uma recompensa de US$ 1,7 milhão a quem capturar Khadafi, vivo ou morto.

Um empresário líbio ofereceu 2 milhões de dinares (a moeda do país), o equivalente a US$ 1,7 milhão e a R$ 2,7 milhões, pela captura de Khadafi. O presidente do Conselho Nacional de Transição (CNT), Abdul Jalil, disse que a iniciativa conta com o apoio dos rebeldes.

Em Benghazi, Jalil disse ainda que os rebeldes dariam a Khadafi livre passagem para deixar a Líbia e encontrar asilo em qualquer país, caso aceitasse deixar o poder. Ele admitiu, porém, que essa possibilidade é remota. \"Eu acho que [Khadafi] prefere morrer ou ser capturado do que fazer isso [entregar o poder].\"

O porta-voz dos rebeldes, Guma El Gamaty, disse que aqueles que estão no círculo mais próximo de Khadafi estão \"fortemente envolvidos com ele em crimes contra a humanidade e em crimes contra o povo líbio\".

Segundo Gamaty, existe um \"enorme incentivo psicológico\" para os aliados do coronel. \"Se eles não quiserem cair com ele e salvar a sua pele, ficarão isentos de ser processados se o entregarem ou o matarem\", acrescentou.

De acordo com comandantes das forças rebeldes, é importante capturar Khadafi para eliminar qualquer possibilidade de que o líder ou seus partidários possam organizar um contra-ataque.

A capital líbia ainda é palco de combates entre os rebeldes e partidários de Khadafi, que lutam em bolsões de resistência. Um médico britânico trabalhando em Trípoli, identificado apenas como Moez, informou que \"incontáveis corpos\" estão sendo levados aos hospitais da capital. Segundo ele, os corpos de combatentes rebeldes, mortos na luta para tomar o quartel-general de Khadafi nessa quarta-feira (24), estão sendo empilhados.

Os cerca de 35 estrangeiros - em sua maioria jornalistas - presos há dias no Hotel Rixos, no centro de Trípoli, deixaram o local na tarde de ontem. O hotel foi sitiado pelas forças leais a Khadafi, enquanto a maior parte da capital líbia ficava sob o poder dos rebeldes. Os jornalistas e demais estrangeiros deixaram o local em veículos blindados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)