Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Março de 2017

Últimas Notícias

03/08/2004 10:41

Realização das provas do Enem espera decisão judicial

Marina Domingos/ABr

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação (Inep/MEC) informou nesta segunda-feira que prosseguirá com os preparativos para a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A justiça federal pediu na semana passada que a comissão de licitação revisse as propostas das organizadoras da prova. O consórcio da Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) alega que a Fundação Cesgranrio, vencedora da licitação, omitiu do cálculo vários itens para conseguir o contrato. A confirmação do dia 29 de agosto para a realização das provas pode mudar com a decisão judicial. Mais de 1,9 milhão de alunos estão inscritos para as provas.

O valor apresentado pela Fundação Cesgranrio foi de R$ 34 milhões. Já o do consórcio Unb/Unesp cobraria R$ 1,8 milhão a mais. De acordo com nota oficial, o Inep divulgou que a combinação dos fatores técnicos e o menor preço determinou a escolha da melhor proposta. Segundo o Inep, a definição da melhor proposta dependeu da combinação desses dois aspectos, sendo que a técnica tem peso de 60% e o preço, de 40%. “A empresa escolhida, dentro desses parâmetros, apresentou melhores propostas nos dois aspectos“, explica o documento.

A nota diz ainda que o edital solicitou atividades essenciais para operacionalização do Enem e ainda outras informações que serviram de referencial para a concorrência. “Dessa forma, ao contrário do que alega o consórcio, não houve erros de procedimento em relação ao processo de licitação”, afirma o Inep. O Instituto ressalta ainda que já enviou à Justiça Federal o resultado da nova análise dará prosseguimento aos preparativos para a realização do Enem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Março de 2017
Terça, 21 de Março de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)