Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/05/2014 13:01

Reajuste do Bolsa Família terá impacto de R$ 102,1 milhões em MS

Campo Grande News

Os beneficiários do Programa Bolsa Família, do Governo Federal, comemoram o reajuste de 10% no benefício a partir do dia 1º de junho deste ano. Com o pagamento do benefício pago a 148.845 famílias, o reajuste terá impacto positivo de R$ 102,1 milhões por ano na economia de Mato Grosso do Sul.

Por mês, segundo o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Governo paga R$ 85,177 milhões para as famílias pobres. O reajuste foi anunciado no dia 30 de abril deste no pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT), em cadeia nacional de rádio e TV.

Por mês, o impacto será de R$ 8,5 milhões. O valor do benefício passará de R$ 70 para R$ 77. Das 36 milhões de famílias contempladas no País, 14 milhões recebem R$ 150, que passará para R$ 167 a partir de junho. O valor médio pago por família passa de R$ 216 para R$ 242.

Mãe de cinco filhos, a dona de casa Leinir Gonçalves Fretes de Souza, 35 anos, já faz projetos com o aumento, apesar do valor, teoricamente, ser insignificante. “Será bom, vou poder comprar mais roupas e materiais escolares para os meus filhos”, comentou a dona de casa, que não sabe dizer o valor que recebe por mês da União.

Mãe de quatro filhos de a 7 a 15 anos e única responsável pelo sustento da casa, a doméstica Talita Pereira Balbueno, 33, pretende utilizar o acréscimo de R$ 20 no benefício para pagar a conta de energia. “Vai ser muito melhor. R$ 20 é só lucro”, comentou.

Ela contou que recebe R$ 202 do Bolsa Família e mais R$ 137 do Vale Renda. Os benefícios são importantes porque nem sempre consegue diária, que ela cobra R$ 50. A renda da família de cinco pessoas chega a R$ 500 mês, contou.

A jardineira Jéssica de Souza Corrêa, 33, trabalha como autônoma junto com o marido. O casal sobrevive do corte de árvores e jardinagem. Eles recebem o bolsa e o vale do Governo estadual, que somam R$ 337 por mês.

No entanto, nem sempre a família consegue viver com a renda dos bicos feitos pelo casal. "É uma maravilha. Como não temos muito trabalho em época de chuva, esse dinheiro ficará guardado. Como um caixa 2. Irá ajudar no pagamento da luz, da água, poderei comprar alguns materiais escolares para as crianças", contou Jéssica.

Ela guarda o dinheiro do benefício para completar o mês, já que os trabalhos sempre são realizados entre os dias 1º e 15 de cada mês, quando as pessoas têm dinheiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)