Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

03/05/2004 15:14

Rastreabilidade de bovinos será discutidas na Famasul

Assessoria

Produtores rurais e técnicos não concordam com as exigências impostas pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), estabelecidas através da Instrução Normativa número 12004 e vão pedir mudanças no Sistema de Identificação de Bovinos e Bubalinos (Sisbov).

Para debater o assunto e tentar esclarecer as dúvidas a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), realizou esta manhã um Fórum de Discussão da rastreabilidade, que contou com a presença de presidentes de sindicatos rurais de quase todo Estado, além de produtores, profissionais e autoridades do setor, somando cerca de 200 pessoas. A Confederação Nacional da Agricultura (CNA), foi representada pelo assessor técnico do Fórum Permanente da Pecuária de Corte, Paulo Sérgio Mustefaga.

Entre os pontos mais polêmicos estão a obrigatoriedade da rastreabilidade para todo rebanho, a exigência da apresentação da Documento de Identificação animal (DIA) para o transporte dos animais, juntamente com a Guia de Transito de Animal (GTA) e a dupla identificação, sendo uma do Sisbov e outra da propriedade de origem. Os prazos para a certificação também foram debatidos.

De acordo com Paulo Sérgio Mustefaga a CNA já tentou junto ao ministério da agricultura uma solução para o impasse entre o governo e os produtores, inclusive apresentando sugestões que foram aceitas pelo ministério. Ele afirma que é importante a união dos produtores para tentar uma negociação, "a classe produtora deve buscar apresentar a realidade em relação as dificuldades que o produtor que vive no campo". O assessor também diz que alternativas podem ser buscadas até mesmo coma União Européia para tentar tornar o Sisbov exeqüível para o Brasil.

Autor:
Eudete Petelinkar

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)