Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/01/2008 09:34

Rapaz sobrevive após ser atropelado por um trem

Paulo Fernandes/Campo Grande News

O carpinteiro Robin Ayala, de 22 anos, foi atropelado por um trem no último dia 13 em Puerto Quijarro, na Bolívia, e sobreviveu. Ayala perdeu os braços e as pernas. Ele está internado no Hospital de Caridade de Corumbá.

Aquele hospital é o único da região da fronteira que conta com uma equipe de médicos ortopedistas capacitados para o socorro e a cirurgia. “A cirurgia dele levou oito horas. Ele não corre mais risco de morte, está lúcido e sendo medicado com antidepressivos”, informou o médico-chefe do setor clínico do Hospital de Caridade, Lauther Serra, de 52 anos. Não foi possível re-implantar os membros porque eles estavam destroçados.

Ayala não se lembra como aconteceu o acidente. “Só sei que alguma coisa bateu na minha cabeça e fiquei desacordado. Acordei aqui no hospital. Não me lembro de mais nada”, disse ao Diário Corumbaense. A família dele também não sabe o que aconteceu.

Uma das hipóteses é de que Ayala tenha adormecido em cima da linha férrea e não ouviu o apito nem o barulho do trem que se aproximava. A outra, é que tenha sido agredido na cabeça e desmaiado sobre os trilhos. A polícia boliviana ainda investiga as causas do acidente.

O diretor-clínico do hospital, Lauther Serra, disse que nunca viu um caso semelhante. “Sobreviver a um acidente de trem, perdendo braços e pernas, sem outras seqüelas no corpo, é um milagre”, disse.

É possível que o carpinteiro boliviano receba alta nesta terça-feira. “Ele está reagindo muito bem ao tratamento, está menos depressivo, mais lúcido, e possivelmente terça-feira eu deva liberá-lo para ficar em casa, mais perto da família, em Puerto Quijarro, onde sua recuperação com certeza será melhor e mais rápida”, afirmou Serra. “Estamos controlando uma pequena infecção na coxa esquerda”, acrescentou.

Robin Ayala receberá próteses de braços e pernas, adquiridas pela Ferrocarriles Boliviana, empresa que administra a malha ferroviária em Puerto A Quijarro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)