Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/06/2011 20:21

Raios mataram 89 pessoas no país em 2010

Luana Lourenço, Agência Brasil

Brasília – No ano passado, 89 pessoas morreram após serem atingidas por raios no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O número é menor que a média registrada entre 2000 e 2009, de 132 vítimas por ano.

O levantamento, divulgado hoje (20) pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, mostra que o maior número de mortes por raios aconteceu em São Paulo, com 12 casos em 2010. O Pará registrou oito mortes, seguido de Minas Gerais e Tocantins, com sete casos cada.

De acordo com o Inpe, em 2010, a maioria das mortes ocorreu durante a primavera, entre setembro e dezembro, apesar de a incidência de raios ser maior no verão, entre dezembro e março.

Considerando os dados da última década, o levantamento indica que 61% das mortes ocorreram em áreas rurais. No Sudeste, a maioria das mortes está ligada a atividades agropecuárias. No Centro-Oeste, 20% das vítimas estava ao telefone ou com o celular conectado ao carregador, quando foi atingida pelo raio, fator quase nulo em outras regiões.

Na Região Norte, as mortes em campos de futebol ocorreram com maior frequência que em outras regiões. Junto com o Nordeste, a região também registra índices altos de mortes por raios dentro de casa, por causa da quantidade de casas com piso de chão batido, o que as torna menos seguras em caso de descargas elétricas.

Em 2011, segundo o Inpe, já foram registrados 28 casos de mortes causadas por raios em todo o país.




Edição: Rivadavia Severo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)