Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/09/2016 16:01

Quem inventou a guilhotina e o que aconteceu com o inventor?

Curiosidades

A guilhotina foi muito utilizada para cumprir penas de morte. Contraditoriamente, o instrumento foi criado para ser um projeto humanitário do médico Joseph Ignace Guilliotin. A guilhotina foi criada em 1789, em Paris. Menos de três anos depois, o equipamento já era considerado uma verdadeira máquina de matar.

As execuções com guilhotina aconteciam na conhecida Place de Grève. A guilhotina consistia num instrumento cortante. Os condenados eram amarrados e, em seguida, os algozes soltavam uma alavanca que suspendia uma lâmina muito afiada que cortava imediatamente a cabeça da vítima.

O médico Joseph Ignace Guillotin criou a ferramenta que popularizou as penas de morte. O engenho se tornou conhecido a partir de 5 de junho de 1791, quando a lei do deputado Le Peletier de Saint-Fargeau determinou que "todo o condenado à morte teria sua cabeça decepada".

A criação da guilhotina aposentou o uso da forca, da espada e das rodas de tortura. O projeto mecânico da guilhotina foi executado por um fabricante de harpas, o alemão Schmitt. O nome do engenho foi uma associação direta a seu criador Guilliotin.

Por mais estranho que pareça, o médico criador da guilhotina passou sua vida inteira tentando dissociar seu nome do invento. A família do Dr. Guillotin chegou a pedir ao governo francês para renomear o objeto, mas o pedido foi recusado. Com isso, a família do médico mudou seu sobrenome.

Joseph Ignace Guilliotin faleceu em Paris em 1814 de causas naturais.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)