Cassilândia, Domingo, 26 de Março de 2017

Últimas Notícias

25/05/2015 18:37

Quem é quem nas eleições da Capital

Manoel Afonso

A primeira pergunta e a mais lógica delas: ganhará o melhor candidato ou aquele que tiver o melhor time como fiador? Nas últimas eleições deu zebra nas urnas pelas razões que os eleitores conhecem de cor e salteado. Aliás, são águas passadas, mas que não deixam de servir como lição e alerta.

Primeiro é preciso admitir que o atual prefeito não deve tentar a reeleição porque está fragilizado tanto do ponto de vista administrativo, como politicamente. Na outra ponta surge a vice-governadora Rose, sem grandes desgastes – mas dependente do cacife e apoio do governador Reinaldo. Vários fatores convergem em seu benefício, além de ter uma boa imagem política e um discurso sem invencionices. É leve.

Na outra ponta está o candidato do grupo liderado pelo ex-governador Puccinelli. Essa crise interna envolvendo os irmãos Trad no PMDB é muito ruim, desgasta, passa a imagem de falta de unidade. O fato pode assumir proporções maiores, ficar incontrolável e prejudicar todas as partes envolvidas. Hoje o clima interno do grupo é pesado, mesclando mágoa e ódio inclusive.

No PT o nome que aparentemente não estaria estigmatizado é do médico Ricardo Ayache. Mas não se pode fiar naquela votação ao senado, mesmo porque eleição para cargo majoritário é diferente. A julgar pela sua fala e por recente artigo que mandou publicar na mídia local, Ayache não traz a lâmpada do sábio Diógenes. Lembra dela?

E não se pode ignorar que o PT não tem muitas chances de melhorar sua situação eleitoral, pois a economia nacional será de arrocho até lá. O PT é mais um partido que envelheceu – a exemplo de Lula - com seus cardeais mantendo o mando – custe o que custar.

Se na Assembleia Legislativa não existem outros nomes alternativos de peso, apesar das tímidas pretensões de Felipe Orro e Mara Caseiro, também na Câmara Municipal não há um só nome que consiga reunir tudo aquilo que um postulante precisa agregar. Nos bastidores questiona-se a situação do ex-prefeito Bernal. É ou não inelegível? É que apesar dos pesares, seu nome continua pontuando nas pesquisas eleitorais de consumo interno.

Não é preciso ser especialista para perceber que foram devastadoras as consequências das últimas eleições da capital. O eleitor sentiu o golpe na própria pele e admite a frase "era feliz e não sabia". O problema é saber se ficou ajuizado.

De leve...

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 25 de Março de 2017
21:10
Cassilândia
15:01
Curiosidade
10:00
Receita do dia
06:20
Loterias
06:18
Loterias
Sexta, 24 de Março de 2017
23:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)