Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/07/2016 15:26

Que falta fazem o Cacareco e o Macaco Tião

Manoel Afonso
Que falta fazem o Cacareco e o Macaco Tião

NAS ELEIÇÕES é que a gente mais sente a falta do zoológico na cidade. Para a vereança em 1959, 100 mil paulistanos votaram na rinoceronte Cacareco. Em 1988, 230 mil cariocas votaram no macaco Tião. Pena, a urna eletrônica acabou com essa demonstração surrealista de insatisfação.

ATITUDE Contra o salário de R$ 7.600,00 (quatro sessões mensais) dos vereadores de Aquidauana, foi lançada a campanha na internet para angariar votos necessários ao projeto de lei ou de resolução objetivando fixar esses subsídios em um salário mínimo. O site oficial é www.salariovereadoraquidauana.com.br.

OTIMISTA No café amigo com o secretário estadual de Administração, Carlos Alberto de Assis, senti a satisfação pelo desempenho do governo estadual: obras em andamento, pagamento em dia e uma relação positiva com os sindicatos dos servidores. Ele ainda lembrou da situação crítica nos Estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

‘VEXAMES’ Após a Copa do Mundo, a Olimpíada! O dinheiro no ralo da corrupção, mesclado ao vexame cívico e esportivo. Esses eventos eram prioridades no país que perde a guerra para a Dengue e a Zika? Legados de Lula, o ‘Messias de Garanhuns’.

CENÁRIO: Obras inacabadas, lixo, coliformes fecais e arrastões de pivetes. De um lado a elite ostentando riqueza, de outro a pobreza do morro. No meio, os soldados das Forças Armadas segurando essa ‘barra pesada’. E nós, vamos pagando a conta salgada.

PARECIDOS Nas entrevistas dos jogadores de futebol e da maioria dos políticos, percebe-se a identidade entre ambos. O comprometimento deles é restrito aos seus interesses pessoais. Dane-se o coletivo. O eleitor e o torcedor - ignorados por eles.

FIO DESEMCAPADO Mais de 60% dos brasileiros querem novas eleições presidenciais. Prova que esse pessoal não aprendeu com a lição das gestões petistas. Então tá. Imagine aguentar a ex-senadora Marina Silva nas mãos destes profissionais que mandam no Congresso.

‘FLAGRADOS’ Não é a primeira vez e nem foi a última que PMDB e PT estarão no mesmo palanque. Mas é de doer a foto recente de petistas e peemedebistas juntos em Nova Alvorada do Sul. Arrancou risos irônicos de alguns e desprezo de outros.

DÚVIDAS Nem o próprio presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Gilmar Mendes, garante que a proibição das doações de pessoas jurídicas funcionará bem. Disse: “foi um pulo no escuro”. Ora! Não se pode menosprezar a criatividade dos interesses políticos e corporativistas subterrâneos, como se viu na Lava Jato.

OS ÓRFÃOS Seria o caso dos candidatos do PMDB a vereança da capital repetirem bordão semelhante ao do seriado ‘Chapolim Colorado’: “E agora, quem nos salvará?” Tiveram tempo e meios para obter luz própria; mas em cada eleição, uma nova provação. E a fila anda.

EXEMPLO Candidato do interior confessa-me: “impossível deixar de pagar, por debaixo do pano, o sanfoneiro e a festa de aniversário”. E não seria a única das transgressões. No rol; caixões de defunto, passagens de ônibus, de avião, IPTU, IPVA, peças de veículos e pensão alimentícia em atraso.

‘COOFFE BREAK’ A novela continua entre atrapalhadas do Ministério Público e a busca incessante por holofotes, pela acusação e defesa. A mídia realmente influencia o imaginário popular, mas presume-se: o julgamento se baseará apenas nas provas.

‘JOINHA’ O projeto do senador Renan Calheiros, “Lei do Abuso de Autoridade’, é vergonhoso. Criminaliza a atividade judicial e visa intimidar juízes, desembargadores e ministros, nos casos envolvem políticos, empresários e outros poderosos. Pelo perfil do autor, é fácil detectar seus objetivos ilícitos.

‘NARIZINHO’ Enquanto a senadora Gleisi Hoffman defende a presidente Dilma no Facebook e usa grifes de luxo nas visitas aos assentamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), o ex-ministro Paulo Bernardo (seu marido) é indiciado por corrupção envolvendo R$ 100 milhões na Operação Pixuleco II. Dizem: a vez dela está chegando.

‘OUTRO ALEX’ As mudanças foram tantas que há dúvidas quanto ao perfil do vereador Alex, de Campo Grande. Será ‘Alex do PT’, associando seu nome e imagem ao partido; usando camiseta vermelha; ou a versão light ‘Marcos Alex’, de camisa branca? Mas lembro; ele foi líder do prefeito Alcides Bernal na Câmara. Certo?

Na internet: “Vereador que estava desaparecido há 4 anos foi encontrado, está bem e já pedindo votos”.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)