Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/01/2013 09:32

Quando o crime compensa

Rosildo Barcellos

Quando o crime compensa

Das centenas de atos de minha vida que resultaram em voz de prisão a um cidadão, que eu realizei, uma me fez lembrar de um dos fatos mais comentados neste início de ano. Até porque são poucos brasileiros dispostos a desembolsar altos valores para passar alguns momentos de alegria e felicidade em hotéis de luxo. Como se no Brasil não houvesse problemas - o bastante, dignos de preocupação. Assim como Carlos Augusto Ramos, que está, em pleno gozo de momentos felizes, em um hotel localizado na Península de Maraú, no litoral baiano. Para quem já se esqueceu, "Carlinhos Cachoeira" foi preso no dia 29 de fevereiro resultado da Operação Monte Carlo. Em junho ele conseguiu um habeas corpus neste processo mas continuou preso por causa de um segundo mandado de prisão: o da Operação Saint Michel que investigou a fraude em licitações para o serviço de transporte público em Brasília/DF. No processo da Operação Monte Carlo ele é acusado de 17 crimes entre eles o de formação de quadrilha.

Contrapõe-se a isso o fato, por exemplo de um flanelinha ficar oito anos preso por tentar passar uma cédula falsa de R$20. Fato de que ele poderia não ter nenhuma noção se de repente a falsificação fosse de uma boa qualidade. Ou ainda de um senhor que foi preso por crime ambiental por descascar um pedaço de árvore para preparar um chá para sua esposa que poderia levá-la a cura de um mal.

Fica a dúvida de aonde estaria a verdade e a confiança na Justiça. Poderíamos regressar nosso pensamento até Parmênides quando escreveu seu poema intitulado “Acerca da natureza” aonde os primórdios da doutrina da verdade (alethéia) e da doutrina da Opinião (doxa). Lá as palavras de Parmênides aparecem como versos filosóficos. Mas aqui neste momento, cada foto da alegria da lua-de-mel de Cachoeira, lemos apenas versos de indignação. Não há nada mais relevante para a vida social do que o sentimento de justiça. E não podemos por causa destes fatos esquecer de amar nossa pátria e guardar a fé em Deus, na verdade e na fraternidade.

Mas voltando a minha ideia inicial; tive a alegria de dar voz de prisão a uma pessoa que tentou me corromper e também tive a felicidade de citar naquele momento a inesquecível frase de Rui Barbosa,que foram corroborados pelo excelso Delegado que recebeu a ocorrência, Dr. João Reis Belo, e posteriormente pelo preclaro Juiz, Dr. Luis Felipe Medeiros, da comarca de Miranda: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça; de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter a vergonha de ser honesto.” Esta frase desde que a ouvi pela primeira vez, ainda aluno da faculdade de Direito, pelo meu professor Desembargador Nildo de Carvalho, foi uma alavanca em minhas relações de trabalho.

E assim como aos leitores deste artigo, peço que não seja uma Cachoeira de indignação que os desanimem de lutar pelo bem e pela paz social. Se todas as pessoas de bem deste país se unirem, seremos um "tsunami" da verdade e da cidadania em busca de um mundo melhor para os nossos filhos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)