Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/04/2012 15:29

Puccinelli mantém proposta e diz que pressão não resolve

Campo Grande News/ Mariana Lopes

Em reunião com representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, nesta terça-feira (24), o governador André Puccinelli manteve o reajuste salarial de 10,23% para soldados, 6% para cabos e patentes superiores da Polícia Militar e 9,15% para policiais civis.

“A minha posição é essa, comigo não funciona pressão”, disse o governador, se referindo à adoção pelos policiais da “tolerância zero”, em que casos que antes eram resolvidos no local são encaminhados para a delegacia.

Diante do resultado da reunião, o presidente da ACS (Associação dos Cabos e Soldados) de Mato Grosso do Sul, Edmar Soares da Silva, disse que irá convocar uma assembleia com os policiais amanhã para definirem qual será o próximo passo.

“O Estado sempre tratou melhor quem comanda do que quem executa. Para os praças não teve solução, foi um reajusto imposto pelo governador”, afirma Edmar. Com ar de revolta, o presidente ainda diz, ao final da reunião, sobre o descaso com a categoria. “É inadmissível que quem defenda a vida de outras pessoas seja tão desvalorizado”, lamenta.

Sobre o \"tolerância zero\", Edmar disse que os militares apenas deixaram de resolver alguns casos na rua, o que era prática anteriormente, e agora encaminham direto às delegacias. Porém, o presidente diz que toda e qualquer decisão será tomada somente amanhã, na assembleia.

Segundo o presidente do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) de Mato Grosso do Sul, Alexandre Barbosa da Silva, “o tolerância zero não é nada mais do que nossa obrigação. Vamos manter”, afirma.

De acordo com o comandante da PM, coronel Carlos Alberto David, a diferença do reajuste é por conta de um congelamento feito no salário dos soldados no ano passado, a pedidos dos próprios praças, em troca de uma bolsa que eles receberam do Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)