Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

10/06/2005 13:48

PT vai esperar decisão do TSE para discutir dízimo

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O PT em Mato Grosso do Sul vai esperar a decisão final do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para discutir internamente a cobrança do dízimo partidário, segundo informa o secretário estadual de Organização do partido, Agamenon do Prado.
A legalidade da cobrança, que pode chegar a até 10% do salário dos filiados que ocupam cargo de confiança no governo, está sendo questionada pelo TSE.
Prado diz que ainda é cedo para avaliar os impactos de uma eventual suspensão do repasse, caso seja esse o entendimento do tribunal. Somente no ano passado, os cofres do PT abocanharam no Estado R$ 1,25 milhão em recursos provenientes principalmente de contribuições de filiados (incluindo políticos) e verbas do fundo partidário. É mais do que movimentaram juntos outros sete partidos que tiveram sua movimentação financeira declarada ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral).
“Teremos que acatar a decisão da Justiça, mas vamos esperar a palavra final para discutir”, diz Prado. Ele destaca que a cobrança é legal e descrita no Estatuto do Partido.
“Baseamos a cobrança na lei orgânica dos partidos e quem se filia ao PT, por exemplo, lê o estatuto, onde está explicado que os membros do partido precisam contribuir”, explica o secretário.
O TSE poderá vetar a prática. Para os cinco ministros que já votaram, o dízimo é ilegal, imoral e contém várias inconstitucionalidades. A decisão final foi adiada para a semana que vem por um pedido de vista do ministro Luiz Carlos Madeira.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)