Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/07/2005 09:05

"PT foi desrespeitado em suas instâncias", afirma Olívio

Ana Paula Marra

Ao sair da cerimônia em que seu sucessor tomou posse do Ministério das Cidades, Olívio Dutra fez um balanço de sua gestão, falou de sua relação com o atual governo e das denúncias que atingem seu partido, o PT. Olívio afirmou que não está magoado com a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter lhe substituído.

Olívio disse que o presidente deve ter suas razões para tomar esta decisão, reiterou que o governo Lula não é um governo de um único partido. Márcio Fortes foi indicado para assumir a pasta das Cidades pelo presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, que é do PP.

Ele afirmou que não vai disputar as eleições de 2006 para o governo do Rio Grande do Sul e nem é candidato à presidência do PT naquele estado. "Não tenho de estar com algum cargo, algum poder. O cidadão faz política independente de ter ou não cargo. Eu não saio de nenhum lugar para procurar posto em outro", respondeu, ao ser questionado sobre o seu futuro político.

O ex-ministro também falou de seu trabalho à frente das Cidades. "O Ministério das Cidades, que foi uma criação de nosso governo, tem um trabalho solidificado muito importante. Eu saio tranqüilo de que fizemos um trabalho que contribuiu enormemente para o governo Lula gerar os milhões de empregos que gerou".

Olívio Dutra contou que o presidente Lula lhe propôs que fosse para a Infraero, mas que o convite não foi aceito. "Eu não estou no governo em função de cargos e promoção pessoal. Estou porque sou comprometido com o avanço desse governo. E vou continuar com esse compromisso em qualquer momento, mesmo sem ter cargo algum".

Ele reconheceu que o governo está enfrentando, neste momento, uma situação "seríssima", mas disse acreditar que o governo, assim como o PT "não tenham sido feridos na sua essência". Ele também se comprometeu a ajudar o Partido dos Trabalhadores a recuperar a sua imagem. "O partido está agredido, foi desrespeitado em suas instâncias, na sua base, na maioria de seus militantes. Portanto, as instâncias deliberativas do partido têm que passar a funcionar plenamente para reparar tudo isso. Vamos ajudar para que isso aconteça", afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)