Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/11/2006 15:10

PT e PMDB disputam presidência da Câmara Federal


Enquanto formula o desenho do próximo governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também projeta suas ambições políticas sobre o controle do Congresso. Aos protagonistas da sucessão nas presidências da Câmara e do Senado já foi manifestado o desejo de Lula: que o deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP) e o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) permaneçam nos respectivos cargos por mais dois anos a partir de 2007. O cenário da sucessão à Câmara, por ora, é de confronto entre os maiores partidos que deverão integrar a coalizão do presidente: o PMDB e o PT. Ambos reivindicarão a presidência da Casa.

Já no Senado, a reeleição de Renan Calheiros poderá ser conduzida sem grandes sobressaltos. \"O Renan tem o apoio da base e é franco favorito\", disse o ex-líder do governo, Aloizio Mercadante (PT-SP). O peemedebista poderá enfrentar uma candidatura avalizada pela oposição, possivelmente de José Agripino Maia (PFL-RN) ou de Pedro Simon (PMDB-RS). Mas na contagem da base governista a oposição teria no máximo 37 votos.

O PMDB tem a maior bancada nas duas Casas (18 senadores e 89 deputados). Pela tradição, teria o \"direito\" de indicar os dois presidentes. Tradição, essa, quebrada inclusive no primeiro governo Lula, quando o PT embolou o jogo e lançou dois candidatos na Câmara (Luiz Eduardo Greenhalgh e Virgílio Guimarães). Em plena crise da base, Severino Cavalcanti (PP-PE) foi eleito para dar o troco a Lula. \"Nada impede que o PMDB tenha a presidência das duas Casas. O PMDB não venderá barato essa renúncia à presidência da Câmara\", prevê o vice-presidente da Casa, José Thomaz Nonô (PFL-AL), que há mais de duas décadas acompanha tais disputas.



Os deputados peemedebistas reiteram o direito da legenda de apresentar um candidato. Os \"cotados\" -Geddel Vieira Lima (BA), Eunício Oliveira (CE) e até Michel Temer (SP)- negam que já se movimentem nos bastidores. \"A tradição da Casa é de que as maiores bancadas têm direito à presidência da Câmara. Aí eu não tenho dúvida. Acho que o PMDB não deve abrir mão\", disse Temer, presidente do partido.
Ele não descarta \"diálogos e acordos\", desde que o pressuposto da negociação leve em conta a força do PMDB. \"Eu não postulo e não tenho nenhuma pretensão\", disse Temer.



O PT também resolveu atravessar o caminho de Aldo Rebelo. O partido considera que, pelo volume de votos recebidos, é a legenda com maior legitimidade para presidir a Câmara. Nos bastidores, circulam os nomes do líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), de Walter Pinheiro (PT-BA) e de José Eduardo Cardozo (PT-SP). Entre eles, o que teria maior viabilidade política, de acordo com os pares, é Chinaglia.
Como líder do governo, o nome de Chinaglia tem boa receptividade na oposição. O petista evita qualquer antecipação: \"É cedo para qualquer previsão. As maiores bancadas, naturalmente, têm preferência\".



Cercado pelo PT e pelo PMDB, Aldo Rebelo aguarda os desdobramentos da disputa. \"Disputar a reeleição significaria apresentar uma candidatura que eu não tomarei a iniciativa de apresentar. Na Câmara há outros nomes capazes de unificar a instituição. A minha candidatura não está posta. Creio que não é o momento de propor uma discussão desta natureza\", disse Rebelo. Reservadamente, ele tem dito que só disputará a reeleição se a \"correlação de forças políticas\" permitir.
\"É preciso examinar a sucessão com muita maturidade. O natural é que a base construa um entendimento\", disse o vice-líder do governo na Câmara, Beto Albuquerque (PSB-RS).

Vice-presidente - A disputa na Câmara e no Senado é relevante não apenas pelo controle que seus presidentes têm sobre a pauta de votações e a base aliada -aspecto que interessa ao Executivo-, mas principalmente pela situação adversa que Lula enfrentará a partir de 2007 devido ao estado de saúde do vice-presidente José Alencar. De licença médica, Alencar submete-se a tratamento de um câncer, nos Estados Unidos. O presidente da Câmara é o terceiro homem na linha sucessória. Lula precisa de alguém de sua extrema confiança para ocupar a Presidência diante da necessidade de Alencar se ausentar para tratamentos.




Midiamax News

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)