Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/12/2007 16:10

PT confirma Amarildo; um terço de filiados votou

Maristela Brunetto e Paulo Fernandes/Campo Grande News

Faltando ainda a apuração das urnas de Nioaque, onde a votação foi manual e inclui participação em assentamentos, o PT estadual confirmou esta tarde o nome do deputado estadual Amarildo Cruz como novo presidente do diretório. O partido contou com a participação de 31% dos 31 mil eleitores nas 68 cidades onde houve a votação. Em sete, houve problemas burocráticos e ela não ocorreu.

A presença de um terço dos filiados não foi considerada aquém das expectativas segundo lideranças, o que seria natural com a saída do governo, segundo dito em entrevista. Na coletiva estavam vereadores, deputados federais e estaduais. Os dois principais políticos- Zeca e Delcídio do Amaral- não participaram da entrevista.

Os votos válidos somaram 9.146, com 5,1 mil para Cruz (56%), 2,1 mil para Pedro Kemp (23%) e 1,2 mil para Sandro Fantini ( 13%). Brancos somaram 529 e nulos foram 113. Em Campo Grande, 2,1 foram às urnas ontem. São 10,9 mil filiados na Capital. A vereadora Thais Helena foi reeleita presidente do diretório municipal.

O novo presidente agradeceu os apoios obtidos, destacando de Delcídio e Zeca- e fez uma defesa de candidatura própria no ano que vem na Capital e projeto de volta ao governo em 2010. Cruz disse saber dos desafios, experiência que tem dos 20 anos de filiado e militante, recordou.

Sobre o ano que vem, Amarildo Cruz diz que após ter ocupado o governo por oito anos seria inadmissível não ter candidato no ano que vem na Capital. Ele ainda considerou que na cidade, o PT deve ter garantido 25% do eleitoral.

Questionado sobre a movimentação do pedetista Dagoberto Nogueira, que ontem foi à eleição “em busca” de um vice, Cruz disse que o político “saiu sem. Ele não achou”. O deputado disse ainda que não tem compromisso com a candidatura a prefeito de um dos interessados no processo eleitoral, o deputado estadual Pedro Teruel, que o apoio no PED (Processo de Eleição Direta).

Adimplência- Mariano Cabreira, que encerra sua atuação à frente do PT estadual disse que a movimentação para quitar débitos ontem e permitir a inadimplentes que votassem não ocorreu com pressão de candidatos. Não houve compra de votos, afimrou. O adimplemento, conforme ele, sempre foi incentivado pelo partido, para seus filiados se regularizarem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)