Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/08/2005 08:28

PT abre sindicância para investigar sete deputados

Érica Santana/ABr

Depois de quase cinco horas de reunião, a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores decidiu, nesta terça-feira (16), que criará uma Comissão de Sindicância para investigar a atuação dos deputados federais são José Dirceu (SP), João Paulo Cunha (SP), Paulo Rocha (PA), Professor Luizinho (SP), João Magno (MG), José Mentor (SP) e Josias Gomes (BA).

Os sete deputados são acusados pela CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) dos Correios de terem recebido dinheiro do suposto esquema coordenado pelo empresário Marcos Valério. Durante a reunião também foi aprovada resolução política esclarecendo a posição do partido sobre os principais temas enfrentados pela legenda durante a crise.

"A Executiva optou pela Comissão de Sindicância para arrolar dados e levar para ao Diretório Nacional. Inclusive com possibilidade do Diretório já tomar decisões sobre o assunto. E a resolução política mostra, de uma parte, a grande solidariedade do partido com o governo e uma proposta concreta também de transição para um modelo de desenvolvimento mais próximo da visão que elegeu o presidente Lula como presidente da República", explicou o presidente interino do PT, Tarso Genro.

A instalação de sindicância foi aprovada por unanimidade. Já a proposta da ala mais à esquerda do partido, que solicitava a abertura de processo disciplinar na Comissão de Ética Nacional contras os deputados e suspensão por 60 dias foi derrubada por nove votos contra; três a favor e uma abstenção. "Alguns companheiros queriam punições imediatas e remessa imediata para a Comissão de Ética. A decisão foi tomada por maioria significativa, que não reflete necessariamente a opinião do presidente, mas os encaminhamentos foram feitos de maneira concreta", disse Genro.

Questionado se a opção pela instalação de sindicância seria uma medida protelatória, Genro disse que o partido pediu mais pressa por parte da Comissão de Ética que está trabalhando no caso do ex-tesoureiro do partido, Delúbio Soares, para que um parecer seja emitido até o dia 03, quando o Diretório Nacional se reunirá e receberá as conclusões das comissões."Eu diria nem tão devagar que pareça provocação. Nem tão rápido que pareça covardia para se livrar das questões. Acho que foi uma decisão medida".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)