Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/03/2004 16:54

PSDB, PFL e PDT lançam frente de oposição ao governo

Ellis Regina/ABr

O PSDB, o PFL e o PDT oficializaram a frente de oposição ao governo com a criação de um fórum permanente de consulta e “concertação em prol de medidas efetivas de combate à corrupção e recuperação do emprego”. Em nota divulgada pelos partidos, o grupo diz que o momento “é de crise” e que cabe agora à oposição abrir mão das diferenças partidárias para atuar “não contra o governo, mas a favor do país”.

O documento intitulado “União pela ética e pelo emprego” diz que partidos políticos e
organizações da sociedade civil unem-se “num apelo a favor do Brasil diante da onda de frustração que se espalha pelo país”.

De acordo com o presidente do PSDB, José Serra, o fórum tem como objetivo a soma de forças onde os partidos deixaram as diferenças de lado em uma união pelo país. “Não é uma união contra o governo, contra nada. É para que o Brasil reencontre seu caminho para o desenvolvimento e para geração de empregos”, frisou.

O tucano afirmou que o Brasil precisa de rumo e que o fórum não pretende criar dificuldades a mais para o país. Segundo José Serra, este é o momento adequado para criação do fórum, uma vez que o país está “rodopiando” e o desemprego em São Paulo é o maior desde 1985. “Houve queda de rendimentos reais, corte de gastos públicos essenciais, como por exemplo, no programa de erradicação de trabalho infantil, que está sendo desativado”, disse Serra.

A frente oposicionista surge em um momento de desarticulação do PMDB, partido da base aliada, com a política de governo. O PMDB divulgou nota em que condiciona o apoio político ao governo a mudanças na política econômica. De acordo com o presidente do PFL, Jorge Bornhausen (SC), isso ocorreu porque a base aliada foi formada de maneira equivocada, "com promessas de cargos e verbas de um governo que perdeu a credibilidade e a ética e está perdendo a batalha do emprego”.

Ao comentar a criação da frente, o líder do Governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou que acha “pouco provável” que esta união se traduza em alianças para as eleições municipais deste ano e que na disputa pelas votações no Congresso, a base de governo é amplamente majoritária e coesa.

De acordo com Aloizio Mercadante, é parte do trabalho da oposição acompanhar, fiscalizar e propor alternativas. Neste sentido, segundo o parlamentar, a base governista continuará atenta às propostas da oposição, procurando incorporar tudo aquilo que ajude o país a se desenvolver.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)