Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

31/03/2009 07:44

Protógenes pede ao STF para não ser preso

Agência Brasil

Brasília - O delegado da Polícia Federal (PF) Protógenes Pinheiro de Queiroz entrou ontem (30) no Supremo Tribunal Federal (STF) com um pedido de habeas corpus preventivo para permanecer calado, e não ser preso por isso, durante depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas. Protógenes foi convocado para depor na CPI na quarta-feira (1º).

De acordo com a defesa do delegado, o Supremo não teria tempo suficiente para decidir o mérito do pedido. Por isso pede que o STF garanta liminarmente um salvo-conduto contra ilegalidades e a obrigatoriedade de assinar um termo de compromisso como testemunha no depoimento.

Os advogados também querem que seja mantido o direito de Protógenes Queiroz permanecer calado, sem ser preso, e que tenha assistência de um advogado durante o depoimento.

Protógenes foi o responsável pela Operação Satiagraha que investigou e prendeu o banqueiro Daniel Dantas, além do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o investidor Naji Nahas, acusados de crimes contra o sistema financeiro.

O nome de Protógenes foi associado, depois das prisões, a supostos grampos ilegais feitos inclusive no Supremo. Ele foi afastado da função de diretor de Inteligência Policial da PF e é alvo de inquérito policial em São Paulo.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Quarta, 21 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)