Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/11/2004 14:32

Prorrogada vacinação contra aftosa em quatro municípios

Acrissul

A vacinação contra a febre aftosa nos municípios de Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos e Sete Quedas, no sul do Estado, vai ser realizada até sexta-feira, dia 3 de dezembro.

A informação é do coordenador da Operação Boiadeiro e responsável pela fiscalização animal da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Antônio Éder. “A vacinação termina nesta terça-feira em Mato Grosso do Sul, mas vamos dar o prazo até sexta-feira para que os pecuaristas destes quatro municípios vacinem o rebanho, mas para isso a vacinação deve ser agendada junto ao Iagro até amanhã”.

O representante da Iagro explicou que a prorrogação da vacinação foi necessária devido às chuvas que atingiram a região sul no período da vacinação. “Nestes municípios a vacinação é acompanhada. A chuva atrapalhou de mais os trabalhos. Vamos fechar amanhã e vão ficar uns 10% do rebanho para ser imunizado até sexta-feira”. A previsão da Iagro era imunizar 25 milhões de animais, o total do rebanho do Estado.

O município de Ribas do Rio Pardo, que fica a 92 quilômetros de Campo Grande, é o que têm maior rebanho do Estado, com 1.315.057 cabeças. Em Campo Grande são 684.854 mil. Em Dourados a Iagro espera vacinar 230 mil cabeças de gado. E em Corumbá, que fica a 420 quilômetros da Capital, são 1.850.970, mas somente 616 mil animais devem ser vacinados.

Prazo - Essa é a última das três fases anuais da campanha de vacinação. Para os criadores do planalto a campanha vai do dia 1° ao dia 30 de novembro. Já no Pantanal os animais serão vacinados até o dia 15 de dezembro. Nessa região cerca de 1,2 milhões de cabeças deverão ser vacinadas.

Os frascos da vacina, registro da vacinação, o comprovante de aquisição de vacina (CT-13) e a nota fiscal devem ser entregues a Iagro, 15 dias após a vacinação. O gestor de Defesa Sanitária Animal da Iagro, Afonso Dutra de Oliveira, informou que a venda das vacinas está normal. “Estamos na metade do mês e ainda temos tempo. A maioria dos pecuaristas deixa para vacinar no fim da campanha. E os animais que não forem vacinados, geralmente 1,5%, a Iagro vai atrás depois de terminado o prazo”. O gestor explicou ainda que para cada animal não vacinado o proprietário deve pagar uma multa de 5 ufirs o que representa R$ 52 por cabeça.

Operação Boiadeiro - As propriedades localizadas nos municípios de Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos e Setes Quedas, que tiveram a vacinação antecipada por motivo de prevenção, por estarem localizadas na região de fronteira com o Paraguai, já registram 140 mil animais imunizados. Na região, a Iagro em conjunto com o Exército, vacinaram o rebanho com a realização da Operação Boiadeiro. O veterinário, Edmilson Correa do Couto, informou que nesses municípios a vacinação teve início no dia 4 de outubro, um mês antes do previsto.

“As barreiras em conjunto com o Exército terminaram último dia 24. A Operação, que teve início no dia 27 de agosto, por causa de um suspeita de febre aftosa no Paraguai, já é a 4ª realizada em Mato Grosso do Sul, desde 2000. Sempre que em algum problema em algum lugar realizamos a campanha. A previsão é que a vacinação termine no dia 30 deste mês. Nosso trabalho consiste em acompanhar a vacinação nas propriedades, vacinar, vistoriar e contar o rebanho”. O veterinário explicou ainda que o trabalho tem sido mais lento nos últimos dias. “Já era para estarmos com um número bem maior de animais vacinados, mas a chuva tem atrapalhado”.

O Iagro também recomenda aos pecuaristas que aproveitem a oportunidade para vacinar o rebanho contra a brucelose e a raiva bovina. Por isso o produtor deve efetuar a vacinação das fêmeas de 3 a 8 meses de idade que ainda não foram imunizadas. Nesse caso a vacinação é única.

Com relação à raiva bovina, é obrigatória a vacinação anual de todo o rebanho nos 14 municípios peri-pantaneiros e pantaneiros, Aquidauana, Anastácio, Corumbá, Miranda, Bonito, Coxim, Bodoquena, Corguinho, Rio Verde, Rio Negro, Jardim, Caracol, Porto Murtinho, Bela Vista, e ainda nos municípios considerados área de risco, assim como aqueles situados próximos às serras, locais propícios ao aparecimento de morcegos hematófagos.

Já no Pantanal, os que optarem por essa fase, poderão vacinar os animais até 15 de dezembro. Em caso de dúvidas, os produtores podem procurar qualquer escritório do Iagro no Estado ou ainda ligar no disque aftosa: 0800-679120.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)