Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/10/2004 13:36

Proposta prevê liberação do comércio de armas

Agência Câmara

A Câmara vai analisar o Projeto de Lei 4220/04, do deputado Alberto Fraga (PTB-DF), que revoga a proibição de comercialização de armas de fogo e de munição. A proposta, que altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10826/03), aprovado no final do ano passado pela Câmara, também repassa ao Fundo Nacional de Segurança Pública os recursos que seriam destinados à realização do referendo sobre o comércio de armas, previsto para outubro de 2005.
Na avaliação do deputado Alberto Fraga, os recursos da área de Segurança Pública, que já são escassos, não devem ser utilizados para a realização de um referendo nacional para a população decidir se aprova ou não a manutenção do comércio legal de armas de fogo. “Isso terá custos semelhantes aos registrados em uma eleição de âmbito nacional, ou seja, R$ 600 milhões. Enquanto isso, o Fundo Nacional de Segurança Pública conta hoje com míseros R$ 350 milhões para todo o ano de 2004", justifica o parlamentar.

Estatuto do Desarmamento
O Estatuto do Desarmamento estabeleceu regras rígidas para o porte e comercialização de armas de fogo. A pena para posse ilegal de armas está definida atualmente em até três anos de reclusão. Se a arma for de uso restrito ou proibido, o Estatuto é ainda mais duro: o acusado está sujeito a seis anos de cadeia, sem direito à liberdade provisória.
O porte de arma de fogo é liberado somente a integrantes das Forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, polícias civis, militares e corpo de bombeiros, agentes e guardas penitenciários, agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e guardas municipais das capitais e cidades com mais de 250 mil habitantes.

Tramitação
O projeto, que pode ser aprovado em caráter conclusivo, será apreciado pelas Comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem - Érica Amorim
Edição - Luiz Claudio Pinheiro

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)