Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/09/2004 08:17

Proposta muda rito para revogar doação por ingratidão

Agência Câmara

Projeto de lei (PL 4127/04) apresentado à Câmara pelo deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP) determina a adoção de procedimento sumário nas ações que pretendem revogar doações de qualquer valor, quando houver ingratidão por parte daquele que recebeu a doação. Hoje, a revogação de doações é feita por rito ordinário, bem mais demorado. O projeto altera o Código de Processo Civil (5.869/73) para incluir alínea com esse teor no capítulo que trata do procedimento sumaríssimo.
A ingratidão já é definida no Código quando ocorrem as seguintes situações: calúnia, injúria, agressão física, atentado contra a vida do doador ou crime de homicídio doloso contra ele. Também é considerada ingratidão a ocorrência de qualquer das hipóteses acima por parte do donatário contra cônjuge, ascendente, descendente, ainda que adotivo, ou irmão do doador.
Outro fato que poderá gerar a revogação de uma doação por rio sumário é o donatário deixar de providenciar alimentos para o doador do bem se o doador depender deles para sua sobrevivência - também tido como ingratidão no Código de Processo Civil.
"A ingratidão é repugnante ao sentimento médio de nossa gente, desde tempos imemoriais, a ponto de o Código Civil prever a revogação de uma doação a um ingrato", afirma o autor. Ele alerta que a ação ordinária, prevista atualmente, traz grande incerteza jurídica em relação ao bem doado: "além do desgaste público que esse cenário acarreta ao Poder Judiciário e ao próprio ordenamento jurídico, traz prejuízos efetivos a ambas as partes, pois até o final da ação o bem doado permanece indisponível", explica.

A matéria, que tramita em caráter conclusivo, será apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Claudia Lisboa
Edição - Patricia Roedel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)